Ronaldinho Gaúcho paga fiança de R$ 8,4 milhões e deixa a cadeia no Paraguai

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho, preso no Paraguai por usar passaporte falsificado desde o dia 6 de março, pagou fiança milionária e saiu da cadeia. O valor do pagamento foi de R$ 8,4 milhões

Promotores do Paraguai investigam documentos e passaportes do jogador brasileiro “Ronaldinho” e seu irmão Assis
Promotores do Paraguai investigam documentos e passaportes do jogador brasileiro “Ronaldinho” e seu irmão Assis (Foto: Fiscália Paraguay)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Um juiz do Paraguai concedeu prisão domiciliar ao ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e ao irmão, Assis Moreira. Os dois respondem processo por por entrarem no país com documentos paraguaios falsificados.

A reportagem do portal G1 destaca que "eles pagaram uma fiança de US$ 1,6 milhão de dólares (cerca de R$ 8,4 milhões) e ficarão hospedados em um hotel no centro de Assunção. Os irmãos estão proibidos de deixar o país. De acordo com o juiz Gustavo Amarilla, os responsáveis pelo hotel autorizaram que a prisão dos dois brasileiros fosse cumprida no local."

A matéria ainda informa que "o jornal paraguaio "ABC Color" informa que Ronaldinho e Assis vão ficar em quartos diferentes. Ronaldinho e Assis estavam desde o dia 6 de março presos na Agrupación Especializada, quartel da Polícia Nacional do Paraguai transformado em cadeia de segurança máxima."

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email