CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Ronaldo é argentino

Fenmeno rasga a seda de Messi em entrevista a jornal argentino e declara que seu corao merengue

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Ronaldo deu o ar da graça em cerimônia de apresentação da bola da Copa América, na última sexta-feira (15), em Buenos Aires (Argentina) e concedeu entrevista ao jornal Olé. O Fenômeno rasgou elogios a Messi e declarou que seu coração é do Real Madrid.

Desde fevereiro, quando anunciou oficialmente sua aposentadoria, o craque anda bem mais acima do peso do que já estava e revela-se relaxado com o físico. “Eu parei de jogar em fevereiro e desde então só fui três vezes para a academia para suar um pouco, mais nada. Não joguei nem uma pelada mais”.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Sentado, o Fenômeno se alonga com uma bola nas mãos e conversa com o repórter em castelhano perfeito, com sotaque carioca. "Eu não poderia jogar mais. Mas eu ainda amo futebol e amo o esporte. Sempre estive muito perto do futebol, gosto muito. Hoje eu estou à frente de uma empresa de marketing esportivo. Treino? Não, muita pressão, viagens, não quero mais isso", declarou. Agora, o astro desfruta de algumas partidas como espectador. “Seleciono o que vou assistir, porque nunca fui de ver jogos inteiros. Gosto de ver o resumo das partidas, os gols”, define. Quando perguntado se vai assistir ao duelo espanhol – Real Madrid e Barcelona – ele imediatamente dispara “O clássico? Ah sim, claro, este vou ver com certeza”.

O craque que já disse em entrevista ao espanhol AS ser um 'madridista' afirma que torce pelo Real, clube para o qual trabalhou por cinco anos, justamente no auge de sua carreira. “No Barcelona eu também estive um ano e joguei bem por lá também. Mas isso faz muito tempo. Estive muito mais presente no Real Madrid, onde tenho boa relação com toda a equipe. Espero que ele vença”, admitiu.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ronaldo fez uma breve análise do derby.“Vai ser um grande jogo. O Barça é o melhor time dos últimos 10 ou 15 anos. Sem mencionar a diferença de que Messi é um jogador que você vê jogar bem. Todos os jogadores em cada posição sabe exatamente o que fazer e como se mover”, destacou.

Mourinho ou Guardiola? “Ambos. Para avaliar Mourinho no seu primeiro ano em Madrid, tenho que esperar até o final da temporada. As estações são marcadas com títulos. Vamos ver”, desviou.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O Fenômeno não poupa carinhos a Messi, que recentemente bateu sua marca fazendo 48 gols em uma única temporada. “Ele tem uma técnica, uma posse que é muito rara de um jogador alcançar. Assim, ele consegue uma velocidade em que cada passo é um toque de bola. Isso faz com que ele tenha um controle e mude a direção do jogo com um único toque. É uma grande diferença. Messi joga como se estivesse no Play Station (videogame): controla a bola junto do pé. É o melhor do mundo, bem à frente do resto. Ele tem uma técnica impressionante”, elogia. "Quisera eu ter dez anos a menos para jogar com Messi. É um talento impressionante, além de toda a qualidade que tem. É um centro-avante que marca muitos gols. E isso é a melhor coisa do futebol: jogadores que marcam”, completa.

Além de Lionel Messi, Ronaldo destaca o futebol de Higuaín, com quem passou uma curta temporada no Real; Mathias (Defederico), com quem jogou no Corinthians; Verón e Riquelme. Aliás, os argentinos vão muito bem, obrigado, no Brasil. “Conca D'Alessandro foi fundamental para a conquista do título pelo Fluminense”, ressalta.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

E a grande revelação do momento, Neymar? “É um grande talento. O maior que temos no Brasil atualmente. Ele tem só 19 anos e já marcou muitos gols, como Messi”, enfatiza. E diz que nutre esperanças no trabalho de Mano Menezes com a Seleção. Já sobre a equipe dos “hermanos”, ele rasga uma seda dizendo que “Brasil e Argentina serão os protagonistas na final da Copa América”.

Por fim, o ex-camisa 9 declara sua admiração por Maradona. "Diego é um grande amigo, uma grande pessoa. Eu não sei o que aconteceu. Quando não venceu uma Copa do Mundo que toda a gente pensava que seria fácil de ganhar. As pessoas o amam muito. Os jogadores e eu queria que ele voltasse a dirigir a Seleção Argentina e ele, em breve, voltará”.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO