RS: Deputado Lorenzoni é denunciado no MP

Estudante Vitor de Castro Caldas, da Universidade Federal de Juiz de Fora, encaminhou denuncia contra o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM) por “comparar nossa democracia a um Estado Totalitário, acusação intolerável ao governo Dilma Rousseff e à nossa democracia”; ação foi encaminhada pelo Ministério Público de Minas Gerais à Procuradoria da República no Rio Grande do Sul

www.brasil247.com - Estudante Vitor de Castro Caldas, da Universidade Federal de Juiz de Fora, encaminhou denuncia contra o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM) por “comparar nossa democracia a um Estado Totalitário, acusação intolerável ao governo Dilma Rousseff e à nossa democracia”; ação foi encaminhada pelo Ministério Público de Minas Gerais à Procuradoria da República no Rio Grande do Sul
Estudante Vitor de Castro Caldas, da Universidade Federal de Juiz de Fora, encaminhou denuncia contra o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM) por “comparar nossa democracia a um Estado Totalitário, acusação intolerável ao governo Dilma Rousseff e à nossa democracia”; ação foi encaminhada pelo Ministério Público de Minas Gerais à Procuradoria da República no Rio Grande do Sul (Foto: Roberta Namour)


247 – O deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM) pelo estado do Rio Grande do Sul foi denunciado no Ministério Público de Minas Gerais pelo eleitor Vitor de Castro Caldas. Ele o acusa de “comparar nossa democracia a um Estado Totalitário, acusação intolerável ao governo Dilma Rousseff e à nossa democracia”.

A ação foi encaminhada à Procuradoria da República no Rio Grande do Sul para que as providências cabíveis sejam tomadas.

“É triste ver como a direita brasileira ataca gratuitamente e torna o processo eleitoral um simples jogo de poder e de acusações. Como podemos perceber historicamente, acusações descabidas com um único objetivo eleitoreiro que não contribuem em nada para as discussões políticas no Brasil”, disse Caldas, estudante em arquitetura e urbanismo pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

Segue o conteúdo da acusação:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Exmo. Sr. Promotor de Justiça eu, Vitor de Castro Caldas, brasileiro, solteiro, estudante em arquitetura e urbanismo pela Universidade Federal de Juiz de Fora, portador do documento de identidade nº XX.XXX.XXX, CPF nº XXX.XXX.XXX-XX, residente e domiciliado na (...), vem oferecer Representação contra Onyx Lorenzoni, e expor os seguintes fatos: Onyx Lorenzoni, deputado Federal pelo partido Democratas no Rio Grande do Sul, publicou no dia 2 de julho de 2014 uma foto, em seu perfil no site de relacionamentos Facebook, comparando o Brasil a um Estado Totalitário (Link para o fato: https://www.facebook.com/onyx.lorenzoni/photos/a.414839861881715.99834.263899720309064/801016969930667/?type=1&theater).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Solicitação:

Diante do exposto, considerando que os fatos acima narrados caracterizam, em tese, lesa pátria, de acordo com a LEI Nº 7.170, DE 14 DE DEZEMBRO DE 1983, Art. 1º, parágrafo II - "Esta Lei prevê os crimes que lesam ou expõem a perigo de lesão: o regime representativo e democrático, a Federação e o Estado de Direito;" ao comparar a democracia brasileira a um Estado Totalitário, requer-se ao Ministério Público que sejam tomadas as providências cabíveis. Juiz de Fora, 07 de outubro de 2014 Vitor Augusto de Castro Caldas

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Demais informações serão encaminhadas para seu endereço de e-mail.

Para consultar o andamento da manifestação, favor acessar a página eletrônica do MPF, opção Ouvidoria do MPF, consultar andamento, e inserir o número da manifestação e de seu documento (CPF ou CNPJ).

Atenciosamente,

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ouvidoria do MPF - Sistema Cidadão
Ministério Público Federal
Obs.: Não responda a este e-mail. Mensagens encaminhadas/respondidas para o endereço eletrônico do remetente serão desconsideradas."

"Ilmo(a) Sr.(a) Vitor Augusto de Castro Caldas,
Informações referentes à manifestação nº 80699 (07/10/2014).
Agradecemos o contato com esta Ouvidoria, uma das vias de exercício da cidadania, e comunicamos que a presente manifestação foi encaminhada à Procuradoria da República no Rio grande do Sul, para as providências pertinentes, cuja consulta pode ser realizada acessando a página eletrônica do MPF, opção Para o Cidadão, Consultar Andamento, informando-se o número da manifestação e do documento de Vossa Senhoria. Segue abaixo as informações de contato com a Procuradoria: Praça Rui Barbosa, 57 ? Porto Alegre/RS ? CEP: 90030-100 ? PABX: (51)3284-7200

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email