Rubinização de Massa, um fenômeno inevitável

A cada corrida de Frmula 1, fica mais evidente: mesmo correndo na Ferrari, Felipe Massa (dir.)no um futuro campeo mundial da categoria, mas sim o prximo Rubinho (esq.)

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O nome dele é Felipe Massa, mas podem começar a chamá-lo de Rubens Barrichello, na sua versão 2.0. Desde a fatídica corrida em que foi atingido na cabeça por uma porca do carro de Rubinho, alguma coisa estranha parece ter acontecido. E o brasileiro da Ferrari, que se tornou claramente um segundo piloto, sendo sempre um segundo mais lento do que o companheiro Fernando Alonso, assemelha-se cada vez mais a Rubinho. Lento, sem confiança e com ar de perdedor.

Na disputa de hoje, na Catalunha, Felipe Massa largou mal, rodou no começo da prova e no fim abandonou. Disse que não conseguia controlar o carro. Rubinho, que insiste em seguir na Fórmula 1, foi o 17º e o penúltimo entre aqueles que completaram a prova. O mau desempenho de Massa, por sua vez, fica ainda mais evidente quando comparado ao de Alonso. Mesmo com um carro inferior ao das Mclaren e Red Bull, ele largou em quarto, mas, de maneira espetacular, assumiu a ponta na primeira volta. Depois, dada a superioridade das outras máquinas, a situação voltou ao normal e terminou com a vitória de Sebastian Vettel, da Red Bull.

O mau desempenho dos pilotos brasileiros é ruim para os amantes do esporte, e também para os patrocinadores. Durante muito tempo, o País se acostumou a acordar cedo para assistir ao desempenho de feras como Nelson Piquet, Emerson Fittipaldi e, sobretudo, Ayrton Senna. Com Felipe Massa, o novo Rubens Barrichello, fica muito difícil torcer.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email