HOME > Geral

Rui condena 'espetáculo pirotécnico' da PF

"É importante que todos nós brasileiros mantenhamos a capacidade de se indignar. É a indignação contra qualquer tentativa de golpe e tudo aquilo que possa atingir a democracia brasileira", disse nesta sexta-feira o governador Rui Costa, em referência à Operação Aletheia, pela qual a Polícia Federal levou o ex-presidente Lula para prestar depoimento de forma coercitiva; Rui destaca que "a sociedade precisa redobrar a atenção e se manter firme na luta pela soberania nacional e a liberdade do voto, através do qual se escolhe os governantes. Golpismo significa retrocesso"

Governador Rui Costa (Foto: Romulo Faro)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Bahia 247 - "É importante que todos nós brasileiros mantenhamos a capacidade de se indignar. É a indignação contra qualquer tentativa de golpe e tudo aquilo que possa atingir a democracia brasileira", disse nesta sexta-feira (4) o governador Rui Costa, em referência à Operação Aletheia, que é a 24ª fase da Operação Lava Jato e pela qual a Polícia Federal levou o ex-presidente Lula para prestar depoimento de forma coercitiva.

Rui destaca que "a sociedade precisa redobrar a atenção e se manter firme na luta pela soberania nacional e a liberdade do voto, através do qual se escolhe os governantes. Golpismo significa retrocesso".

Na opinião do governador da Bahia, "este tipo de espetáculo cinematográfico e pirotécnico patrocinado por quem deveria manter e estimular a serenidade em nada contribui para o engrandecimento brasileiro". O comandante do Executivo baiano afirma ainda que "é preciso equilíbrio e imparcialidade para que a apurações tenham a credibilidade necessária".

O governador diz que defende a total transparência nas apurações dos fatos, respeita as instituições constituídas, mas que é contrário "aos excessos e ao sensacionalismo criado com ampla pirotecnia".

"Muitas vezes, temos que redobrar as atenções para perceber se determinados fatos tem intenções legítimas e legais. Afinal, o que está por trás de tudo isso? Quais as verdadeiras intenções? Este tipo de ação é realmente legal? São estas questões que precisam ser respondidas".

Rui lembrou que a preocupação deveria ser com a enorme necessidade da geração de empregos e a retomada de crescimento do País. "É momento de muito trabalho e serenidade", disse o governador, conclamando a defesa das instituições democráticas e das prerrogativas legais".

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: