CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Rui diz que sistema da Casal é caótico

O prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), não tem poupado críticas à Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) por irregularidades no sistema de esgoto de Maceió; para ele, o sistema é caótico e vem prejudicando a vida da população; a Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma) já aplicou mais de 100 multas; os Ministérios Públicos Estadual e Federal já recomendaram ao Município não autorizar a construção de novos empreendimentos na orla enquanto a empresa não finalizar duas obras

Imagem Thumbnail
O prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), não tem poupado críticas à Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) por irregularidades no sistema de esgoto de Maceió; para ele, o sistema é caótico e vem prejudicando a vida da população; a Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma) já aplicou mais de 100 multas; os Ministérios Públicos Estadual e Federal já recomendaram ao Município não autorizar a construção de novos empreendimentos na orla enquanto a empresa não finalizar duas obras (Foto: Voney Malta)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Alagoas247 - O prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), informou, na manhã desta segunda-feira (15), que a Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma) aplicou mais de 100 multas à Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) por irregularidades no sistema de esgoto de Maceió. Segundo Palmeira, o saneamento básico chegou ao colapso e a empresa descumpre contratos de investimentos. 

De acordo com Rui, o sistema da Casal é caótico e vem prejudicando a vida da população. Desde 2013, o Município tem diversos embates com a empresa. “Os Ministérios Públicos Estadual e Federal recomendaram ao Município não autorizar a construção de novos empreendimentos enquanto a Casal não finalizar duas obras que se arrastam, a de Cruz das Almas e a da Praça Lions, na Pajuçara. Estamos preocupados com isso, porque a construção civil gera empregos, mas é preciso que a Companhia tome providência urgente, pois vivemos um colapso”, pontuou Rui. 

Insatisfeito, o prefeito citou que há pontos na capital onde o saneamento não é otimizado há muito tempo, como a Bacia da Pajuçara, que foi feita há 35 anos. “Temos uma série de pontos na cidade em que o Município tapa o buraco e, uma semana depois, o buraco está lá novamente porque a tubulação da Casal é antiga e voltada a problemas crônicos, como o retorno de esgoto em bocas de lobo". 

Tendo em vista as irregularidades, a Companhia de Saneamento vem sendo notificada desde 2013, por decumprimento de contratos. Só este ano, a Sempma já multou a empresa em mais de 100 situações. 

A assessoria de comunicação da Casal foi procurada e informou que emitirá respostas em breve.

Com gazetaweb.com

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO