Rui diz que Souto usa de "má fé ou desinformação"

Candidato do PT rebate afirmação do adversário do DEM de que o governo federal deixou de tratar como prioridade as novas ferrovias previstas no Plano de Investimento e Logística; Rui Costa diz que Paulo Souto usa de "má fé ou pura desinformação" sobre "os avanços" da Bahia na gestão petista; "Os democratas não devem saber, mas está em curso a implantação de 18 quilômetros do contorno ferroviário de Camaçari, para escoar a produção do Polo Industrial e o Porto de Aratu. A Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL) é um investimento de R$ 4,3 bilhões, maduro e em plena execução, e a Ferrovia Belo Horizonte–Salvador está em fase de estudos para definição de traçado"

Candidato do PT rebate afirmação do adversário do DEM de que o governo federal deixou de tratar como prioridade as novas ferrovias previstas no Plano de Investimento e Logística; Rui Costa diz que Paulo Souto usa de "má fé ou pura desinformação" sobre "os avanços" da Bahia na gestão petista; "Os democratas não devem saber, mas está em curso a implantação de 18 quilômetros do contorno ferroviário de Camaçari, para escoar a produção do Polo Industrial e o Porto de Aratu. A Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL) é um investimento de R$ 4,3 bilhões, maduro e em plena execução, e a Ferrovia Belo Horizonte–Salvador está em fase de estudos para definição de traçado"
Candidato do PT rebate afirmação do adversário do DEM de que o governo federal deixou de tratar como prioridade as novas ferrovias previstas no Plano de Investimento e Logística; Rui Costa diz que Paulo Souto usa de "má fé ou pura desinformação" sobre "os avanços" da Bahia na gestão petista; "Os democratas não devem saber, mas está em curso a implantação de 18 quilômetros do contorno ferroviário de Camaçari, para escoar a produção do Polo Industrial e o Porto de Aratu. A Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL) é um investimento de R$ 4,3 bilhões, maduro e em plena execução, e a Ferrovia Belo Horizonte–Salvador está em fase de estudos para definição de traçado" (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Candidato do PT ao governo do Estado, Rui Costa rebate afirmação do adversário Paulo Souto, do DEM, de que o governo federal deixou de tratar como prioridade as novas ferrovias previstas no Plano de Investimento e Logística (PIL).

Em nota à imprensa, o petista disse que Souto usa de "má fé ou pura desinformação sobre os avanços conquistados na Bahia a partir dos projetos implementados na gestão de Jaques Wagner (PT)". 

"Os democratas não devem saber, mas está em curso a implantação de 18 quilômetros do contorno ferroviário de Camaçari, para escoar a produção do Polo Industrial e o Porto de Aratu. A Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL) é um investimento de R$ 4,3 bilhões, maduro e em plena execução, e a Ferrovia Belo Horizonte–Salvador está em fase de estudos para definição de traçado", diz o candidato do PT.

Para Rui, "o ex-governador lança mão da crítica fácil, mas nem fala porque não fez, nem apresenta proposta de nenhum grande projeto" de infraestrutura.

"Ao contrário do imobilismo do passado, governamos para tornar a Bahia um estado moderno e competitivo, com oportunidades para todos. Em 2007, as estradas baianas eram verdadeiras pistas de rally e Wagner, com apoio do governo federal, investiu R$ 2,8 bilhões para recuperar e construir mais de 8 mil quilômetros de estradas".

Para rebater mais uma vez o que chama de "desinteresse do concorrente em se atualizar sobre os avanços conquistados nos últimos sete anos", Rui Costa afirma que "ele deveria acompanhar a história recente. Assim, saberia que no mês passado foram assinadas as ordens de serviço para a duplicação de trechos da BR-101 e da BR-116".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247