Rui: redução da maioridade "é prejudicial ao País"

Governador Rui Costa disse nesta quinta-feira que "é prejudicial" a proposta de emenda à Constituição que prevê redução da maioridade penal no Brasil dos atuais 18 para 16 anos, aprovada pela Câmara dos Deputados após manobra do presidente da Casa, Eduardo Cunha; "Isso não pode acontecer. Temos que ter mais debate. Isso é prejudicial", disse Rui, no cortejo cívico do Dois de Julho (comemoração à independência da Bahia)

Governador Rui Costa disse nesta quinta-feira que "é prejudicial" a proposta de emenda à Constituição que prevê redução da maioridade penal no Brasil dos atuais 18 para 16 anos, aprovada pela Câmara dos Deputados após manobra do presidente da Casa, Eduardo Cunha; "Isso não pode acontecer. Temos que ter mais debate. Isso é prejudicial", disse Rui, no cortejo cívico do Dois de Julho (comemoração à independência da Bahia)
Governador Rui Costa disse nesta quinta-feira que "é prejudicial" a proposta de emenda à Constituição que prevê redução da maioridade penal no Brasil dos atuais 18 para 16 anos, aprovada pela Câmara dos Deputados após manobra do presidente da Casa, Eduardo Cunha; "Isso não pode acontecer. Temos que ter mais debate. Isso é prejudicial", disse Rui, no cortejo cívico do Dois de Julho (comemoração à independência da Bahia) (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Ao contrário do prefeito ACM Neto (DEM), o governador Rui Costa (PT) disse na manhã desta quinta-feira que "é prejudicial" a proposta de emenda à Constituição (PEC) que prevê redução da maioridade penal no Brasil dos atuais 18 para 16 anos, aprovada na noite de quarta-feira (1) pela Câmara dos Deputados após manobra do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

"Isso não pode acontecer. Temos que ter mais debate. Isso é prejudicial", disse Rui, no cortejo cívico do Dois de Julho (comemoração à independência da Bahia).

Rui aproveitou o ensejo para exaltar a data magna dos baianos. "É a data que simboliza a raça, a determinação, a coragem, o desejo de liberdade do povo baiano, e aqui se materializou a Independência do Brasil, não só da Bahia. Espero que não muito longe haja um reconhecimento nacional dessa data", disse o governador.

Neste ano, com o tema 'Guerreiras da Independência', o tradicional desfile homenageou as heroínas Maria Quitéria, Joana Angélica, Maria Felipa e todas as mulheres que lutaram pela liberdade do País.

À tarde, o governador será condecorado pela Marinha com a medalha do Grau de Grande Oficial do Quadro Suplementar da Ordem do Mérito Naval. A solenidade está marcada para 13h30, no 2º Distrito Naval, no Comércio.

Em seguida, Rui Costa participa das atividades finais da festa, no Campo Grande, com hasteamento das bandeiras, colocação da coroa de flores no monumento ao 2 de Julho, execução do Hino ao 2 de Julho e acendimento da pira, que será realizado pela atleta Marily dos Santos.

Depois, ele lança o novo site da Biblioteca Virtual 2 de Julho, que receberá novo nome em homenagem a Consuelo Pondé de Sena - uma das maiores estudiosas da História da Bahia, que morreu este ano. O evento começa às 17h, no Palácio Rio Branco, na Praça Municipal.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247