Russomanno lidera e Marta vem em segundo em SP

Se as eleições municipais fossem hoje, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), ficaria em terceiro lugar, com 13,8% das intenções de voto, diz mostra divulgada nesta segunda-feira 22 pelo Instituto Paraná Pesquisas; quem lidera a disputa é o deputado federal Celso Russomanno (PRB), com 40,8%, e a senadora Marta Suplicy, pré-candidata do PSB, aparece na segunda posição, com 18%; Russomanno chega perto de vencer a corrida em primeiro turno; levantamento aponta ainda que Bruno Covas é o tucano com mais chances; gestão de Haddad é reprovada por 68,8%, ante 28,2% que consideram o governo ótimo ou bom

Se as eleições municipais fossem hoje, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), ficaria em terceiro lugar, com 13,8% das intenções de voto, diz mostra divulgada nesta segunda-feira 22 pelo Instituto Paraná Pesquisas; quem lidera a disputa é o deputado federal Celso Russomanno (PRB), com 40,8%, e a senadora Marta Suplicy, pré-candidata do PSB, aparece na segunda posição, com 18%; Russomanno chega perto de vencer a corrida em primeiro turno; levantamento aponta ainda que Bruno Covas é o tucano com mais chances; gestão de Haddad é reprovada por 68,8%, ante 28,2% que consideram o governo ótimo ou bom
Se as eleições municipais fossem hoje, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), ficaria em terceiro lugar, com 13,8% das intenções de voto, diz mostra divulgada nesta segunda-feira 22 pelo Instituto Paraná Pesquisas; quem lidera a disputa é o deputado federal Celso Russomanno (PRB), com 40,8%, e a senadora Marta Suplicy, pré-candidata do PSB, aparece na segunda posição, com 18%; Russomanno chega perto de vencer a corrida em primeiro turno; levantamento aponta ainda que Bruno Covas é o tucano com mais chances; gestão de Haddad é reprovada por 68,8%, ante 28,2% que consideram o governo ótimo ou bom (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 – O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), ficaria em terceiro lugar se as eleições municipais fossem hoje, segundo mostra divulgada nesta segunda-feira 22 pelo Instituto Paraná Pesquisas. O petista ficaria atrás do deputado federal Celso Russomanno (PRB) e da senadora Marta Suplicy, que deixou o PT esse ano e deve se candidatar pelo PSB em 2016.

As intenções de voto variam ligeiramente entre os três nomes, mas as posições não mudam. Russomanno aparece com 40,8%, contra 18,1% de Marta e 13,8% de Haddad quando os demais adversários são Gabriel Chalita (5,6%), Andrea Matarazzo (5%), Eduardo Jorge (2,7%) e Ricardo Patah (0,4%). Sem Chalita, as intenções de voto nos três primeiros candidatos são, respectivamente, 42,5%; 18,6% e 14,5%.

Russomanno chega perto de vencer a corrida em primeiro turno. Na última eleição para a Prefeitura de São Paulo, em 2012, o deputado ficou no topo das pesquisas por um bom tempo. No auge, chegou a abrir vantagem de 17 pontos sobre o segundo colocado, José Serra (PSDB), a duas semanas do pleito, mas depois desabou e terminou em terceiro lugar, sete pontos atrás do segundo.

O levantamento também mostra que, entre os tucanos, quem tem mais chances é o deputado federal Bruno Covas. Outros nomes considerados pelo instituto como possíveis candidatos do PSDB são Aloysio Nunes, Ricardo Tripoli, Andrea Matarazzo, João Doria e José Aníbal. Suas chances na eleição aparecem nesta ordem.

Avaliação do governo Haddad

A pesquisa também mostrou que a reprovação dos paulistanos à gestão do prefeito Fernando Haddad só aumenta, com base em levantamentos anteriores do Datafolha. De acordo com o Paraná Pesquisas, 68,8% desaprovam e 28,2% aprovam seu governo, contra 3% que não sabem ou não opinaram.

Haddad encerrou seu primeiro mandato, no fim de 2013, com um índice negativo de 39%. Em fevereiro desse ano, 44% avaliavam como ruim ou péssima a gestão do petista.

Para a conclusão da pesquisa, foram entrevistados 1.054 eleitores entre os dias 15 e 18 de junho de 2015. A mostra tem um grau de confiança de 95%, segundo o instituto, com uma margem de erro de 3% para os resultados gerais. Confira a íntegra: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email