Ryan Lochte é o "cara" da natação

Atleta levou quatro ouros individuais no Mundial de Xangai, na China

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ryan Lochte confirmou neste domingo que é o grande nome do Mundial de Esportes Aquáticos de Xangai. O americano faturou sua quarta medalha de ouro individual ao vencer os 400 metros medley com o tempo de 4min07s13. O também americano Tyler Clary, com 4min11s17, e o japonês Yuya Horihata, com 4min11s98, completaram o pódio.

Lochte já havia desbancado o compatriota Michael Phelps nos 200 medley e os 200m livre. Também vencera nos 200m costas e no revezamento 4x200m livre. Além disso, encerrou o jejum de 18 meses sem recordes mundiais em piscina de 50 metros na prova dos 200m medley. Foi o primeiro desde o veto aos supermaiôs, no início de 2010.

A prova dos 400m medley não contou com Thiago Pereira, que tinha boas chances de chegar à final. O brasileiro ficou de fora das eliminatórias, disputadas na manhã de Xangai (noite de sábado no Brasil). Ele havia passado mal pouco antes de competir nos 200m medley.

Lochte ainda poderia ter conquistado sua sexta medalha de ouro, mas foi poupado na equipe americana do revezamento 4x100m medley. Sob a liderança de Phelps, os Estados Unidos venceram a prova com o tempo de 3min32s06. A Austrália levou a prata, com 3min32s26, enquanto o bronze ficou com a Alemanha (3min32s60).

Sem Cesar Cielo e Thiago Pereira, a equipe brasileira não conseguiu chegar à final. Guilherme Guido, Felipe Franca, Kaio Marcio e Bruno Fratus marcaram o 14º tempo (3min36s99) e não asseguraram o índice olímpico para 2012 - somente os 12 melhores avançaram direto para os Jogos de Londres.

Na final dos 50m costas, o britânico Liam Tancock faturou o ouro com 24s50. Ele foi seguido pelo francês Camille Lacourt, com 24s57, e do sul-africano Gerhard Zandberg, com 24s66.

No feminino, a sueca Theresa Alshammar confirmou o favoritismo ao vencer os 50m livre, com 24s14. As holandesas Ranomi Kromowidjojo (24s27) e Marleen Veldhuis (24s49) completaram o pódio. No 50m peito, a americana Jessica Hardy levou a melhor, com 30s19. A russa Yuliya Efimova faturou a prata, com 30s49, seguida da americana Rebecca Soni (30s58).

Na última prova feminina da competição, a americana Elizabeth Beisel conquistou o ouro nos 400m medley, com 4min31s78. A britânica Hannah Miley levou a prata (4min34s22) e a australiana Stephanie Rice ficou com o bronze (4min34s23).

Com estas últimas vitórias, os Estados Unidos superaram a anfitriã China no quadro de medalhas e ficaram no primeiro lugar geral no Mundial. A equipe americana acumulou 17 ouros, e 32 no total. Os chineses somaram 15 de ouro e 36 no total. A Rússia manteve o terceiro lugar, com 8 de ouro entre as 18 medalhas conquistadas.

E o Brasil terminou assegurou sua melhor campanha em um Mundial ao ficar em quarto lugar, com quatro medalhas, todas de ouro. "Acho que o Brasil não tem muitos esportes que tenham obtido quatro medalhas de ouro em um único Campeonato Mundial oficial. Foi a melhor participação qualitativa do país em um esporte que aumentou muito o número de nações brigando pelo pódio", avaliou o superintendente técnico da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, Ricardo de Moura.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email