Salvador e Juazeiro têm as tarifas de ônibus mais caras entre maiores cidades baianas

Com reajuste no valor das passagens de ônibus neste ano, Salvador e Juazeiro, no norte da Bahia, passam a ter as tarifas de transporte público urbano mais caras entre as maiores cidades do estado, com custo de R$ 3,70; em Juazeiro, a nova tarifa passou a valer a partir do último sábado (13); o valor anterior era R$ 3,50; na capital o reajuste foi de R$ 0,10 sobre R$ 3,60 cobrados até o dia 1º de janeiro

Com reajuste no valor das passagens de ônibus neste ano, Salvador e Juazeiro, no norte da Bahia, passam a ter as tarifas de transporte público urbano mais caras entre as maiores cidades do estado, com custo de R$ 3,70; em Juazeiro, a nova tarifa passou a valer a partir do último sábado (13); o valor anterior era R$ 3,50; na capital o reajuste foi de R$ 0,10 sobre R$ 3,60 cobrados até o dia 1º de janeiro
Com reajuste no valor das passagens de ônibus neste ano, Salvador e Juazeiro, no norte da Bahia, passam a ter as tarifas de transporte público urbano mais caras entre as maiores cidades do estado, com custo de R$ 3,70; em Juazeiro, a nova tarifa passou a valer a partir do último sábado (13); o valor anterior era R$ 3,50; na capital o reajuste foi de R$ 0,10 sobre R$ 3,60 cobrados até o dia 1º de janeiro (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Com reajuste no valor das passagens de ônibus neste ano, Salvador e Juazeiro, no norte da Bahia, passam a ter as tarifas de transporte público urbano mais caras entre as maiores cidades do estado, com custo de R$ 3,70.

Em Juazeiro, a nova tarifa passou a valer a partir do último sábado (13). O valor anterior era R$ 3,50. Na capital o reajuste foi de R$ 0,10 sobre R$ 3,60 cobrados até o dia 1º de janeiro.

Em Feira de Santana, a 100 km de Salvador, onde a passagem custa R$ 3,65, o Conselho Regional de Transportes definiu, na segunda-feira (15), um reajuste de 5,5%. O feirense deve passar a pagar R$ 3,85 pela passagem de ônibus. No entanto, o aumento ainda não foi autorizado pelo prefeito da cidade, José Ronaldo.

Em Salvador, o prefeito ACM Neto disse que a nova tarifa levou em conta, entre outros pontos, a reposição da inflação. "Nós só fizemos o cálculo da reposição da inflação com os índices que estavam previstos no contrato. R$ 3,70 [...] Foi arredondado para baixo porque daria R$ 3,74. E como o contrato prevê o arredondamento para cima ou para baixo, como deu abaixo de R$ 3,75, então a tarifa é R$ 3,70 a partir do dia 2", disse o democrata ao G1.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247