CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Sampaio se apresenta e volta a ser preso

Empresário, que estava livre devido a um habeas corpus, se apresentou à Polícia Civil neste sábado pela manhã para cumprir prisão preventiva; ele é apontado no inquérito como o mandante do assassinato do cronista esportivo Valério Luiz; Maurício Sampaio já está preso no Núcleo de Custódio em Aparecida de Goiânia; advogados vão tentar soltá-lo na segunda

Sampaio se apresenta e volta a ser preso
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Goiás 247_ O empresário Maurício Sampaio se apresentou espontaneamente, na manhã deste sábado, na Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios. Ele é apontado pela Polícia Civil como o mandante do assassinato do cronista esportivo Valério Luiz, em julho do ano passado. Maurício passou pelo IML para realizar o exame obrigatório de corpo de delito e já está no Núcleo de Custódia.

O mandato foi expedido pelo juiz Lourival Machado da Costa, da 2ª Vara Criminal de Goiânia. O argumento é que Maurício pode intimidar as testemunhas se continuar em liberdade, devido ao seu poder econômico. Neste sábado, o delegado Murilo Polati cumpriu a medida cautelar.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O tabelião teve a prisão temporária decretada no dia 2 de fevereiro e foi solto na quinta-feira (28/2). Ele e os outros envolvidos foram denunciados pelo Ministério Público. Continuam presos o cabo da Polícia Militar de Goiás Ademá Figuerêdo Aguiar, o 1º sargento da PM-GO Djalma Gomes da Silva, o açougueiro Marcus Vinícius Pereira Xavier e Urbano de Carvalho.

Entenda o caso

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O cronista esportivo Valério Luiz de Oliveira, 49 anos, foi assassinado em frente à Rádio Jornal - 820 AM no início da tarde do dia 5 de julho, por volta das 14h, quando ele deixava a emissora. Uma testemunha que presenciou a cena prestou depoimento no local. De acordo com ela, havia um motociclista, usando um blusão azul, parado na porta da rádio há algum tempo. Quando o filho do cronista esportivo Mané de Oliveira saiu da emissora, o autor fez os disparos contra seu carro, um Ford Ka preto.

De acordo com um colega de trabalho, Valério Luiz terminou a participação no Jornal Debates às 14 horas e depois deixou a emissora. Em seguida, o colega ouviu os disparos. Por volta de cinco minutos depois, a ambulância do Samu chegou ao local para socorrê-lo, mas o cronista não apresentava mais sinais de vida.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO