Santander é líder no ranking de reclamações do Banco Central

No ltimo ano, ndice de queixas de correntistas dobrou; realizao de dbitos no autorizados nas contas correntes o maior problema

Santander é líder no ranking de reclamações do Banco Central
Santander é líder no ranking de reclamações do Banco Central (Foto: PAULO VITOR/AGÊNCIA ESTADO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Em sua atividade no varejo, o Banco Santander no Brasil chegou hoje ao topo do ranking das instituições financeiras com o maior índice de reclamações de clientes, feito pelo Banco Central. Um reconhecimento nada abonador. Entre outubro de 2010 e outubro de 2011, apesar das garantias de assessores do banco de que há grande preocupação interna com o atendimento na rede de agências, o volume de reclamações praticamente dobrou, saltando do índice 0,56, apurado pelo Banco Central, para o de 1,02 por 100 mil clientes, atualmente. Os números foram divulgados hoje pelo BC em Brasília. Em setembro, o Santander exibia um índice de 0,84 de reclamações, o que reforça a impressão de que a qualidade do serviço prestado está em queda.

O maior volume das reclamações de clientes (29,5% das queixas registradas) é quanto a débitos não autorizados em suas contas correntes. Abaixo do Santander, entre os bancos com mais de um milhão de clientes reclamados, aparecem Itaú (índice 0,77), Banco do Brasil (0,62), Bradesco (0,43) e HSBC (0,34).

O Banco Central tem autoridade para punir as instituições financeiras por qualquer descumprimento de normas emanadas da autoridade monetária, inclusive as que dizem respeito ao atendimento ao cliente bancário. As punições previstas em lei não se limitam à abertura de Processo Administrativo, passando pela advertência e multa, podendo chegar, inclusive, à penalidade máxima de inabilitação para trabalhar no mercado financeiro.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email