CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Santos perde mais uma, desta vez para o Coritiba

Na Vila, time paulista sofre virada no fim do jogo e cai para a zona do rebaixamento

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

O Santos voltou a tropeçar no Brasileirão nesta quarta-feira. Jogando na Vila Belmiro, o time da casa chegou a liderar o placar por duas vezes diante do Coritiba, mas vacilou nos minutos finais, sofreu a virada e saiu de campo derrotado por 3 a 2. O resultado deixou o campeão da Libertadores na zona de rebaixamento.

Com 15 pontos, a equipe santista ocupa a 17ª colocação e segue em má fase no Campeonato Brasileiro. Borges foi o principal nome do time nesta quarta. Ele marcou os dois gols santistas, e alcançou o topo da artilharia, mas também desperdiçou o pênalti que poderia dar a vitória aos anfitriões.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Pelo lado do Coritiba, Léo Gago roubou a cena ao marcar o gol da virada aos 42 minutos do segundo tempo. O gol deixou o time paranaense com 24 pontos, agora na nona posição da tabela.

Os dois times voltam a campo no domingo para a penúltima rodada do primeiro turno do Brasileirão. O Santos enfrentará o Bahia, no Pituaçu, enquanto o Coritiba vai visitar o Avaí, em Florianópolis.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O JOGO - Pressionado pelos últimos tropeços, o Santos começou a partida em forte ritmo e abriu o placar logo aos 4 minutos. Pará cruzou na área e Borges se antecipou à defesa para cabecear para o chão, entre as pernas de Edson Bastos.

O gol deixou o jogo mais movimentado. O Santos seguiu no ataque, enquanto o Coritiba buscava equilibrar as ações no meio-campo. Aos 19, Léo Gago criou a primeira chance de perigo dos visitantes, ao acertar a trave em cobrança de falta de longe.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O Santos, porém, se intimidou com as investidas do Coritiba e passou a jogar mais recuado, repetindo a postura dos últimos jogos. O time paranaense soube utilizar o espaço cedido pelo rival e chegou ao empate aos 34 minutos. Após levantamento na área, Jéci aproveitou a linha de impedimento da defesa santista e cabeceou para o fundo das redes.

O time da casa tentou reagir depois do empate, mas sem mostrar o mesmo volume do início. Aos 37, Neymar bateu colocado da entrada da área, à esquerda de Edson Bastos. Ganso também tentava surpreender a defesa, sem sucesso.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Depois da queda de rendimento, os dois times recuperaram o ritmo no início da segunda etapa. Como aconteceu no começo da partida, o Santos tomou mais iniciativa e foi recompensado com o segundo gol.

Aos 11 minutos, Neymar iniciou jogada pelo meio e acionou Pará, que cruzou da direita para Borges completar para as redes. O atacante marcou seu décimo gol e alcançou a artilharia isolada do Brasileirão.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A resposta do Coritiba veio aos 20. Após rápida investida pela direita, Jonas cruzou rasteiro, Leonardo dividiu com a defesa e Marcos Aurélio aproveitou a sobra, mandando para o fundo do gol.

O Santos voltou a ficar em situação favorável aos 25, quando Léo Gago derrubou Neymar dentro da área. Borges, porém, não conseguiu converter a penalidade. O goleiro Edson Bastos no canto esquerdo e fez a defesa.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Três minutos depois foi a vez do Coritiba pedir pênalti. Leonardo se chocou com o goleiro Rafael na área, em lance duvidoso, e reclamou com o árbitro, que mandou o lance seguir. Mesmo sem a penalidade, o time paranaense crescia em campo, mais perto de marcar o terceiro gol.

A situação do Santos ficou mais complicada com a expulsão de Pará aos 30 minutos. O lateral fez falta em Emerson e recebeu o segundo cartão amarelo. Com um a menos em campo, o time da casa recuou e sofreu a virada. Em rápido contra-ataque, Léo Gago arrancou pela direita e bateu no canto esquerdo de Rafael, assegurando a vitória do Coritiba.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO