Sartori: realidade ensina a olhar para frente

A convite da FIRS, o governador José Ivo Sartori reuniu-se com a diretoria da entidade para uma conversa sobre a situação econômica do Estado e ações de enfrentamento da crise; "A realidade nos ensina a olhar para a frente. Estamos propondo soluções novas para problemas antigos, com transparência e sem espetáculo. Se de um lado é preciso contingenciar, de outro é necessário buscar investimentos. Estamos fazendo o que precisa ser feito", disse o gestor ao destacar que, só no primeiro semestre de 2015, foram confirmados mais de R$ 13 milhões em investimentos no Estado

A convite da FIRS, o governador José Ivo Sartori reuniu-se com a diretoria da entidade para uma conversa sobre a situação econômica do Estado e ações de enfrentamento da crise; "A realidade nos ensina a olhar para a frente. Estamos propondo soluções novas para problemas antigos, com transparência e sem espetáculo. Se de um lado é preciso contingenciar, de outro é necessário buscar investimentos. Estamos fazendo o que precisa ser feito", disse o gestor ao destacar que, só no primeiro semestre de 2015, foram confirmados mais de R$ 13 milhões em investimentos no Estado
A convite da FIRS, o governador José Ivo Sartori reuniu-se com a diretoria da entidade para uma conversa sobre a situação econômica do Estado e ações de enfrentamento da crise; "A realidade nos ensina a olhar para a frente. Estamos propondo soluções novas para problemas antigos, com transparência e sem espetáculo. Se de um lado é preciso contingenciar, de outro é necessário buscar investimentos. Estamos fazendo o que precisa ser feito", disse o gestor ao destacar que, só no primeiro semestre de 2015, foram confirmados mais de R$ 13 milhões em investimentos no Estado (Foto: Leonardo Lucena)

Governo do Rio Grande do Sul - A convite da Federação Israelita do Rio Grande do Sul (FIRS), o governador José Ivo Sartori reuniu-se com a diretoria da entidade nesta quarta-feira (24), para uma conversa sobre a situação econômica do Estado e ações de enfrentamento da crise. "A realidade nos ensina a olhar para a frente. Estamos propondo soluções novas para problemas antigos, com transparência e sem espetáculo. Se de um lado é preciso contingenciar, de outro é necessário buscar investimentos. Estamos fazendo o que precisa ser feito", disse o governador ao destacar que, só no primeiro semestre de 2015, foram confirmados mais de R$ 13 milhões em investimentos no Estado.

Sartori citou medidas de governo, como o Ajuste Fiscal Gaúcho, que está em sua segunda fase. O conjunto de medidas busca avançar no enfrentamento de problemas estruturais e históricos, que vêm se agravando ao longo de 40 anos, num cenário em que a arrecadação foi menor do que a despesa quase que ininterruptamente. "As ações visam a equilibrar as contas do Estado. Não é tarefa para um homem só nem para um só governo. Estamos adotando um modelo de gestão, e não temos nenhum tipo de preconceito ideológico, religioso, político ou de gênero. O Estado precisa funcionar para todos", salientou.

O presidente da FIRS, Zalmir Chwartzmann agradeceu a disponibilidade do governo em dialogar com a sociedade e com entidades, a exemplo da Federação Israelita. "Em nome da comunidade judaica gaúcha, agradecemos pela postura de respeito e coerência", disse.

A FIRS atua há mais de 50 anos no Rio Grande do Sul, com atividades políticas, culturais e sociais. Também estavam presentes os vice-presidentes, Albert Poziomyck, Sebastian Watenberg, Roberto Wofchuk, Luiz Carlos Levenzon e Daniel Matone, além dos diretores Alexandre Schujman e Salvador Dahan.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247