Saúde do ex-ministro Fernando Lyra se agrava

O estado de saúde do ex-ministro da Justiça, Fernando Lyra, piorou. Deputado federal seis vezes  por Pernambuco, o ex-parlamentar está com retenção de líquidos, além de insuficiência cardiorrespiratória e segue internado no Instituto do Coração, em São Paulo; familiares viajaram nesta sexta-feira (11) para a capital paulista

Saúde do ex-ministro Fernando Lyra se agrava
Saúde do ex-ministro Fernando Lyra se agrava (Foto: Leo Caldas)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Leonardo Lucena_PE247 – O estado de saúde do ex-ministro da Justiça, Fernando Lyra, piorou. Deputado federal seis vezes  por Pernambuco, o ex-parlamentar está com retenção de líquidos, além de insuficiência cardiorrespiratória e segue internado no Instituto do Coração, em São Paulo. O irmão dele, o vice-governador de Pernambuco, João Lyra Neto (PDT), e a deputada estadual Raquel Lyra (PSB), filha do ex-deputado, embarcaram nesta sexta-feira (11) para a capital paulista.

Fernando Lyra está internado desde o dia 29 de dezembro por causa de uma infecção urinária e problemas cardíacos. O estado de saúde do ex-ministro era de estabilidade até a última quarta-feira (9), segundo informações de assessores do vice-governador, João Lyra Neto.

O ex-deputado é portador de pontes de safena e outra de mamária e também utiliza um marcapasso para controlar os batimentos do coração. Por conta do agravamento em sua saúde, foi transferido no último dia 5 para o Incor. Até então estava internado no Hospital Português, bairro da Ilha do Retiro, região central do Recife.

Pernambucano de 74 anos, Fernando Lyra se tornou conhecido depois de ser um dos protagonistas na luta pela redemocratização na década de 70, tendo participado do movimento “Autênticos MDB”. Além disso, foi vice de Leonel Brizola em 1989, que disputava a presidência pelo PDT. Nos anos 90, Lyra ingressou no PSB e exerceu o seu último mandato como deputado federal até 1998.

O ex-ministro também foi presidente da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) e atuou na campanha do governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, em 2006, e em sua reeleição, em 2010.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email