Se Patrus não tem Dilma, Lacerda passeia com Aécio

Se a presidente Dilma Rousseff (PT) não vem a Belo Horizonte pedir votos para seu amigo e candidato Patrus Ananias, a caminhada do prefeito candidato à reeleição Márcio Lacerda (PSB) parece ficar mais tranquila. Além da ausência da chefe da nação na trajetória de seu adversário, Lacerda conta com a grande ajuda do senador e uma das principais lideranças tucanas, Aécio Neves

Se Patrus não tem Dilma, Lacerda passeia com Aécio
Se Patrus não tem Dilma, Lacerda passeia com Aécio (Foto: Edição/247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - O candidato do PT à Prefeitura de Belo Horizonte Patrus Ananias já tem ideia da selva de pedra que terá de trilhar até 7 de outubro. Exatamente há uma semana, o Ibope divulgou a primeira pesquisa de intenção de voto sobre a disputa e o levantamento encomendado pela TV Globo indicou o prefeito Márcio Lacerda (PSB) como favorito, com 43% das intenções de voto. O ex-ministro petista aparece em segundo lugar, bem distante do socialista, com 21%.

No cenário da capital mineira, é praticamente unânime a aposta de que Aécio não vai medir esforços para reeleger Márcio Lacerda, pois ele sabe que se o PT conquistar a prefeitura do estado detentor do terceiro maior colégio eleitoral do país, suas pretensões de governar o Brasil, com uma possível candidatura em 2014, podem ficar ameaçadas.

Por outro lado, a presidente Dilma, dizem lideranças petistas ligadas ao Planalto, está com sérias dúvidas sobre não aparecer em Belo Horizonte no palanque do amigo e na terra que é palco de boa parte de sua vida e de sua vitoriosa trajetória política.

O problema é que se ela der atenção especial ao amigo na capital mineira, pode causar ciúme em outros grandes polos eleitorais, tais como São Paulo, onde o PT aposta no também ex-ministro Fernando Haddad; e em Salvador, cujo candidato petista é o deputado federal Nelson Pelegrino, o candidato do governador e amigo de Dilma, Jaques Wagner.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email