Secretário se reúne com ministro da Justiça e propõe esforço de inteligência integrado

O secretário de Segurança Pública de Minas Gerais, Sérgio Barboza Menezes, participou nesta quinta-feira (22) de uma reunião com o ministro da Justiça, Torquato Jardim, e os secretários de segurança de São Paulo, Mágino Alves Barboza Filho, e do Espírito Santo, André Garcia, na capital paulista; no encontro, Sérgio Menezes propôs o reforço da integração entre as inteligências de Minas, São Paulo, Rio e Espírito Santo, com troca de informações de forma contínua e com acesso a possíveis alertas e movimentos identificados da ação no Rio; reforço na segurança pública em Minas Gerais é uma determinação do governador Fernando Pimentel

O secretário de Segurança Pública de Minas Gerais, Sérgio Barboza Menezes, participou nesta quinta-feira (22) de uma reunião com o ministro da Justiça, Torquato Jardim, e os secretários de segurança de São Paulo, Mágino Alves Barboza Filho, e do Espírito Santo, André Garcia, na capital paulista; no encontro, Sérgio Menezes propôs o reforço da integração entre as inteligências de Minas, São Paulo, Rio e Espírito Santo, com troca de informações de forma contínua e com acesso a possíveis alertas e movimentos identificados da ação no Rio; reforço na segurança pública em Minas Gerais é uma determinação do governador Fernando Pimentel
O secretário de Segurança Pública de Minas Gerais, Sérgio Barboza Menezes, participou nesta quinta-feira (22) de uma reunião com o ministro da Justiça, Torquato Jardim, e os secretários de segurança de São Paulo, Mágino Alves Barboza Filho, e do Espírito Santo, André Garcia, na capital paulista; no encontro, Sérgio Menezes propôs o reforço da integração entre as inteligências de Minas, São Paulo, Rio e Espírito Santo, com troca de informações de forma contínua e com acesso a possíveis alertas e movimentos identificados da ação no Rio; reforço na segurança pública em Minas Gerais é uma determinação do governador Fernando Pimentel (Foto: Aquiles Lins)

Minas 247 - O secretário de Segurança Pública de Minas Gerais, Sérgio Barboza Menezes, participou nesta quinta-feira (22/2) de uma reunião com o ministro da Justiça, Torquato Jardim, e os secretários de segurança de São Paulo, Mágino Alves Barboza Filho, e do Espírito Santo, André Garcia, na capital paulista.

Sérgio Menezes pediu a agenda conjunta na última semana para conhecer detalhes da ação prevista pelo Governo Federal no Rio, após o anúncio da intervenção na área de segurança pública. A intenção, segundo ele, foi conhecer o plano com os detalhes que o tema exige e, com isso, promover o alinhamento preventivo entre os estados vizinhos. O reforço na segurança pública em Minas Gerais é uma determinação do governador Fernando Pimentel.

No encontro, Sérgio Menezes propôs o reforço da integração entre as inteligências de Minas, São Paulo, Rio e Espírito Santo, com troca de informações de forma contínua e com acesso a possíveis alertas e movimentos identificados da ação no Rio.

O "esforço de inteligência integrado", como destacou Menezes, vai focar, principalmente, no mapeamento das divisas, avaliações de fluxos de entrada de armas e drogas e na gestão estratégica de alvos. A proposta mineira foi aceita pelo grupo, que já marcou para a próxima semana uma reunião com as áreas de inteligência dos estados e do Ministério da Justiça para tratar os desdobramentos.

O secretário mineiro sugeriu ainda a reativação de um comitê muito bem-sucedido no estado, nas Olimpíadas em 2016, chamado de Comitê Executivo de Segurança Integrado Regional (Cesir). Por meio do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), do Governo do Estado, a Secretaria de Segurança Pública (Sesp), Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal, Exército, Polícia Rodoviária Federal e Sistema Prisional atuariam em conjunto, de forma a tomar decisões estratégicas de forma integrada, rápida e inteligente.

(*Com informações do governo de Minas)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247