Sede do PSDB em Pernambuco é alvo de vândalos

Sede do PSDB em Pernambuco amanheceu foi alvo da ação de vândalos que picharam o muro do local com frases chamando o presidente nacional da legenda, senador Aécio Neves (MG), de "golpista" e "ladrão"; para o presidente do PSDB no Estado, deputado Antonio Moraes ,"é a cara do PT este tipo de reação"; presidente do instituto Teotônio Vilela de Pernambuco, o ex-governador Joaquim Francisco, também disse estar preocupado com o que chamou de "selvageria" que tem tomado conta da politica nacional atualmente; apesar disso, ele também atribuiu a responsabilidade do ataque ao PT

Sede do PSDB em Pernambuco amanheceu foi alvo da ação de vândalos que picharam o muro do local com frases chamando o presidente nacional da legenda, senador Aécio Neves (MG), de "golpista" e "ladrão"; para o presidente do PSDB no Estado, deputado Antonio Moraes ,"é a cara do PT este tipo de reação"; presidente do instituto Teotônio Vilela de Pernambuco, o ex-governador Joaquim Francisco, também disse estar preocupado com o que chamou de "selvageria" que tem tomado conta da politica nacional atualmente; apesar disso, ele também atribuiu a responsabilidade do ataque ao PT
Sede do PSDB em Pernambuco amanheceu foi alvo da ação de vândalos que picharam o muro do local com frases chamando o presidente nacional da legenda, senador Aécio Neves (MG), de "golpista" e "ladrão"; para o presidente do PSDB no Estado, deputado Antonio Moraes ,"é a cara do PT este tipo de reação"; presidente do instituto Teotônio Vilela de Pernambuco, o ex-governador Joaquim Francisco, também disse estar preocupado com o que chamou de "selvageria" que tem tomado conta da politica nacional atualmente; apesar disso, ele também atribuiu a responsabilidade do ataque ao PT (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A sede do PSDB em Pernambuco amanheceu foi alvo da ação de vândalos durante a noite desta quinta-feira (28) que picharam o muro do local com frases chamando o presidente nacional da Legenda, o senador mineiro Aécio Neves, de "golpista" e "ladrão". Para o presidente do PSDB no Estado, deputado Antonio Moraes "é a cara do PT este tipo de reação".

Na opinião do parlamentar o ato de vandalismo reflete a intolerância dos petistas em aceitarem a rejeição aos governos administrados pelo partido e ao processo de impeachment ad presidente Dilma Rousseff.

O Presidente do instituto Teotônio Vilela de Pernambuco, o ex-governador Joaquim Francisco, disse estar preocupado com o que chamou de "selvageria" que tem tomado conta da politica nacional atualmente. Apesar disso, ele também atribuiu o ataque ao "pensamento hegemônico" de poder criado pelo PT.

"Não existia esse clima de hoje. Eu analiso com preocupação. O que acontece é que se montou, durante quase 14 anos (tempo do PT na Presidência) um pensamento hegemônico de poder, de se entender que 'aqui somos a verdade e você não entra'. Mas esse processo foi se desgastando, até em função de promessas não cumpridas, e alimentando esse clima de uma certa selvageria num país como o Brasil que tem um tradição de cordialidade", afirmou.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247