Segunda prévia de abril registra aumento do IGP-M

ndice que usado no reajuste dos contratos de aluguis, planos de sade e seguros ficou em 0,71% na segunda metade deste ms;em maro, o IPG-M ficou em 0,35%

Segunda prévia de abril registra aumento do IGP-M
Segunda prévia de abril registra aumento do IGP-M (Foto: Shutterstock)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247- De acordo com pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) ficou em 0,71% na segunda metade de abril, diante dos 0,35% do mesmo período de março. Este índice serve para medir a inflação. Contratos de alugueis, planos de saúde e seguros são alguns pontos orientados IGP-M.

O IGP-M é composto por três índices: o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) e pelo Índice Nacional de Custo da Construção (INCC).

O IPA alcançou 0,77%, perante 0,35% na segunda quinzena de março. O destaque foi a dos alimentos processados, no qual a taxa passou de um percentual negativo, -0,43%, para positivo, 1,34%. O IPC, por sua vez, atingiu 0,52% diante de 0,43% no mesmo período do mês passado. Neste caso, o aumento deve-se, principalmente, ao setor de vestuário, que subiu de 0,18% para 0,96%.

Já o terceiro e último índice, INCC, aumentou para 0,82%, ante 0,29% do mesmo período em março. Este aumento foi, sobretudo, pelo custo da mão-de-obra, que passou de 0,09%, na segunda prévia de março, para 1,13% em igual período de abril.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email