Sem Arialdo Pinho, Governo debate Acquario na Assembleia Legislativa

A tarde de hoje (04), na Assembleia Legislativa, deverá ser bem movimentada, com a reunião da Comissão de Indústria, Comércio, Turismo, para debater sobre o Acquario do Ceará. O tema domina os debates da oposição, desde que o atual Secretario de Turismo, Arialdo Pinho, suspendeu o contrato com a empresa responsável pelos equipamentos da obra. A presença do secretário tem sido cobrada todos os dias pela oposição, mas quem estará hoje na comissão é a secretária adjunta, Denise Carrá. O líder do governo, Evandro Leitão justifica que explicações sobre o assunto podem ser dadas por um auxiliar ou um técnico, não obrigatoriamente pelo secretário  

A tarde de hoje (04), na Assembleia Legislativa, deverá ser bem movimentada, com a reunião da Comissão de Indústria, Comércio, Turismo, para debater sobre o Acquario do Ceará. O tema domina os debates da oposição, desde que o atual Secretario de Turismo, Arialdo Pinho, suspendeu o contrato com a empresa responsável pelos equipamentos da obra. A presença do secretário tem sido cobrada todos os dias pela oposição, mas quem estará hoje na comissão é a secretária adjunta, Denise Carrá. O líder do governo, Evandro Leitão justifica que explicações sobre o assunto podem ser dadas por um auxiliar ou um técnico, não obrigatoriamente pelo secretário
 
A tarde de hoje (04), na Assembleia Legislativa, deverá ser bem movimentada, com a reunião da Comissão de Indústria, Comércio, Turismo, para debater sobre o Acquario do Ceará. O tema domina os debates da oposição, desde que o atual Secretario de Turismo, Arialdo Pinho, suspendeu o contrato com a empresa responsável pelos equipamentos da obra. A presença do secretário tem sido cobrada todos os dias pela oposição, mas quem estará hoje na comissão é a secretária adjunta, Denise Carrá. O líder do governo, Evandro Leitão justifica que explicações sobre o assunto podem ser dadas por um auxiliar ou um técnico, não obrigatoriamente pelo secretário   (Foto: Fatima 247)

Ceará 247 - A Comissão de Indústria, Comércio, Turismo e Serviço (CICTS) da Assembleia Legislativa realiza, nesta quarta-feira (04/03), às 15h, no Complexo de Comissões Técnicas, debate sobre o Acquario do Ceará. A iniciativa é do presidente da Comissão, deputado Bruno Gonçalves (PEN).  Para apresentar as informações aos deputados estão confirmadas as presenças dos secretários da Infraestrutura do Estado, André Facó, e da Fazenda, Mauro Filho, além da secretária-adjunta da Secretaria do Turismo do Estado, Denise Carrá. O titular da Setur, Arialdo Pinho, está em viagem ao exterior, participando de feiras de negócios. Integram a comissão os deputados Bruno Gonçalves, presidente, Gony Arruda Roberto Mesquita, Walter Cavalcante e Augusta Brito, titulares. Os suplentes são Naumi Amorim, Bethrose, Leonardo Pinheiro, Carlos Felipe e Audic Mota.

A reunião acontece em um momento em que o Governo, embora com ampla maioria formal, tem sofrido derrotas na Assembleia Legislativa, com sua base se mostrando recuada, sem responder à altura, às investidas da oposição. As sessões tem sido movimentas e com grande participação de parlamentares que formam o bloco oposicionista, principalmente no que se refere aos novatos, como Renato Roseno (Psol) e Capitão Wagner (PR), que acabam fortalecendo a discussão, sempre alimentada, por parlamentares mais experientes, como Heitor Ferrer (PDT) e Roberto Mesquita (PV). 

Sobre as obras do Acquario do Ceará, que foram paralisadas em fevereiro, a base do governo pouco atuou. o deputado Elmano de Freitas (PT), explica que ainda é uma  minoria da base do governo que está articulada, mas que esse tema, especificamente, se relaciona com o governo anterior e não com o Governador Camilo Santana. 

Ainda sobre a atuação da base, Elmano diz que existem parlamentares da base que tem conhecimento de algumas demandas e formam a defesa, outros querem ter maior conhecimento para saber que posição tomar. “No caso da base do governo, eu não tenho a postura, como vimos em outros momentos na Assembleia, de que se a oposição criticar, a base tem que contra argumentar. Nós temos uma situação de uma base com capacidade de dialogar com a oposição e eu acho que isso marca um novo momento na Casa, de que não deve ficar uma coisa blocada, de que quem é da base do governo tem que votar e aprovar tudo”, disse. 

No que se refere ao caso do Acquario, o líder do governo na Assembleia, Evandro Leitão (PDT), informou ao Ceará 247, que o Tribunal de Contas do Estado e os Ministérios Públicos Estadual e Federal, já se debruçaram sobre o projeto, contratos e obras, mas nenhuma irregularidade foi comprovada. “Não vejo um elemento novo que justifique instaurar uma CPI”, disse, se referindo ao pedido que a oposição vem fazendo para instaurar a Comissão Parlamentar de Inquérito, que tem oito assinaturas, numero insuficiente para se viabilizar.

Sobre a vinda do secretário Arialdo Pinho, à Assembleia, o pedetista disse ainda que defende uma explanação técnica sobre o assunto, respondendo questionamentos, “e repassando informações objetivas sobre o empreendimento, independentes de isso ser feito pelo titular da pasta, por um auxiliar ou um técnico. As comissões técnicas são o fórum adequado para esse tipo de debate”.

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247