Sem vagas em UTIs de hospitais em MT, pacientes com coronavírus são transferidos para outros estados

Com UTs do sistema de saúde totalmente ocupadas, Mato Grosso está mandando para outros estados pacientes diagnosticados com coronavírus

UTI - Hospital Regional de Rondonópolis, MT.
UTI - Hospital Regional de Rondonópolis, MT. (Foto: Lucas Ninno/GCOM)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Há mais de dez dias com Unidades de Terapia Intensiva (UTI) totalmente ocupadas nas redes pública e privada, Mato Grosso está mandando para outros estados pacientes diagnosticados com coronavírus. São 23.506 casos confirmados da doença, de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) publicado nesta terça-feira (7). O governo local pretende ativar 94 leitos de UTI até o fim de julho. 

"A gente está com dificuldade de achar medicamento no mercado, profissional, equipamento", afirmou o secretário de saúde, Gilberto Figueiredo. O relato foi publicado no portal G1

"Hoje por exemplo, eu estou em São Paulo pra tentar recuperar respiradores que compramos em março de uma empresa daqui. Eles foram requisitados pela união, com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e agora a gente está tentando reaver. Esses 50 respiradores são fundamentais pra essa ampliação de leitos", acrescentou.

Para o pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Diego Xavier, as estruturas emergenciais de saúde de outros estados poderiam ser usadas pra socorrer infectados de regiões que agora estão com um aumento de casos.

"Seria adequado numa estratégia a nível de governo federal, alguns hospitais que estão se desmobilizando, como é o caso de Manaus, São Paulo e no Nordeste, que esses recursos pudessem ser emprestados pros estados do Sul e do Centro-Oeste, pra está atendendo essa população", afirma. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email