Semana Nacional da Conciliação mobiliza Capital

No primeiro dia de audiências da Semana Nacional da Conciliação em Palmas, cerca duzentas audiências foram realizadas sob a coordenação de oito magistrados e 120 conciliadores voluntários; audiências acontecem simultaneamente em 28 salas; até o fim da semana estão previstas para ocorrer 1.019 audiências, incluindo 382 específicas do DPVAT; além de Palmas outras 27 comarcas também se mobilizam em prol da conciliação até a próxima sexta-feira; expectativa é realizar mais de 3 mil audiências de conciliação em todo o Tocantins

No primeiro dia de audiências da Semana Nacional da Conciliação em Palmas, cerca duzentas audiências foram realizadas sob a coordenação de oito magistrados e 120 conciliadores voluntários; audiências acontecem simultaneamente em 28 salas; até o fim da semana estão previstas para ocorrer 1.019 audiências, incluindo 382 específicas do DPVAT; além de Palmas outras 27 comarcas também se mobilizam em prol da conciliação até a próxima sexta-feira; expectativa é realizar mais de 3 mil audiências de conciliação em todo o Tocantins
No primeiro dia de audiências da Semana Nacional da Conciliação em Palmas, cerca duzentas audiências foram realizadas sob a coordenação de oito magistrados e 120 conciliadores voluntários; audiências acontecem simultaneamente em 28 salas; até o fim da semana estão previstas para ocorrer 1.019 audiências, incluindo 382 específicas do DPVAT; além de Palmas outras 27 comarcas também se mobilizam em prol da conciliação até a próxima sexta-feira; expectativa é realizar mais de 3 mil audiências de conciliação em todo o Tocantins (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 - O primeiro dia de audiências da Semana Nacional da Conciliação em Palmas movimentou centenas de pessoas no Fórum da Capital. Durante todo o dia cerca de duzentas audiências foram realizadas sob a coordenação de oito magistrados e 120 conciliadores voluntários. As audiências acontecem simultaneamente em 28 salas.

Até o fim da semana estão previstas para ocorrer 1.019 audiências, incluindo 382 específicas do DPVAT. Segundo o juiz Nelson Coelho Filho as demandas nesta semana são muito amplas e as expectativas são as melhores possíveis, uma vez que o Tribunal de Justiça do Tocantins trabalha com a implantação de uma cultura de conciliação durante todo o ano através da Central de Conciliações – Cecon. "Com a Semana Nacional da Conciliação o ato de conciliar ganha maior visibilidade. O que vemos é que durante todo o ano o TJ tem na Cecon conciliadores treinados pelo Conselho Nacional de Justiça e fazem cerca de 30 audiências por dia", afirmou o magistrado.

A conciliadora Paola Lazzaretti Victor diz que um evento como esse é importante porque mobiliza a comunidade sobre o diálogo na resolução de processos. Paola ressaltou ainda a importância da figura do conciliador nessa ação. "Os conciliadores voluntários foram treinados para mostrar às partes a importância do diálogo e da paz na resolução de conflitos", afirmou.

Ao final de uma das audiências com o acordo homologado, ambas as partes expressaram grande satisfação. Thiago da Silva Rocha ressaltou a celeridade da audiência. "Foi muito rápido. O processo corria desde outubro e o valor foi compensador diante da rapidez".

Hudjane Prado, no ato representando uma empresa de telefonia móvel, também se disse satisfeita com o acordo. "A Semana Nacional da Conciliação é um evento importante porque todos saem ganhando e o que a nossa empresa busca é sempre a melhor forma de resolver essas questões".

Além de Palmas outras 27 comarcas também se mobilizam em prol da conciliação até a próxima sexta-feira. A expectativa é realizar mais de 3 mil audiências de conciliação em todo o Tocantins.

Balanço 2013
Em 2013 foram incluídas 3.319 audiências em todo o Estado, que resultaram em 863 acordos, totalizando quase 12 milhões de reais em acordos e atendidas 4.791 pessoas. Na Comarca de Palmas os números também foram exitosos, com 832 audiências designadas e 199 acordos homologados (36,2%), num total de mais de 6,5 milhões de reais em acordo. (Com informações da Ascom TJTO)

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247