Será que, dessa vez, vai?

Em Mano Menezes e seleção recheada de estrelas como Neymar, a expectativa de superar trauma histórico do futebol brasileiro e trazer ouro inédito de Londres. Seleção tem amistoso seis dias antes da estreia olímpica contra o Egito

Será que, dessa vez, vai?
Será que, dessa vez, vai? (Foto: Rafael Ribeiro / CBF)

Lucas Reginato _247 - Nenhum ouro olímpico é tão aguardado pelos brasileiros como o do futebol. A medalha inédita é sonho de consumo do País há anos, e, nos Jogos de Londres, Neymar carrega no ombro a responsabilidade de anos de incompetência do Brasil no torneio. Isto porque, para a competição, podem ser convocados apenas jogadores com idade inferior a 23 anos -- com exceção de três atletas à escolha do treinador, que podem ser mais velhos. Se as esperanças são grandes, não só com o camisa 11 do Santos, mas também com Ganso, Alexandre Pato, Leandro Damião, Lucas e Oscar, entre outros, o grupo sorteado no último dia 24 colocou no caminho do Brasil seleções que, aparentemente, não oferecem grande perigo.

A estreia da seleção olímpica de Mano Menezes será no dia 26 de julho, contra o Egito, em Cardiff, no País de Gales, já que na modalidade todas as disputas não precisam ser necessariamente na mesma cidade. A equipe canarinho viaja então a Manchester, onde enfrenta a Bielorrússia, e Newcastle, para encontrar o modesto combinado da Nova Zelândia.

Antes de começar os jogos oficiais, no entanto, Mano terá a oportunidade de testar seus convocados em amistoso contra a seleção do Reino Unido, que estará reunida pela primeira vez em 40 anos -- os times da Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte jogavam separadamente. A partida acontece no dia 20 de julho, em Middlesbrough, 14 dias após a convocação definitiva da seleção olímpica.

Todos querem ser escolhidos por Mano, que já divulgou uma prévia com 52 nomes para acalmar os ânimos. Entre aqueles que possuem menos de 23 anos, poucas devem ser as surpresas, mas Ronaldinho Gaúcho gerou polêmica ao ser incluído. Outros jogadores indicados que não possuem mais idade olímpica foram os goleiros Diego Alves, Jefferson e Júlio César, os zagueiros David Luiz, Dedé, Luisão e Thiago Silva, os meio-campistas Elias, Fernandinho e Hernanes e os atacantes Hulk e Jonas.

Tudo, portanto, parece favorável para que Mano Menezes traga ao País o ouro na modalidade. A equipe é recheada de grandes estrelas e o caminho parece ser dos mais suaves até a fase eliminatória. Em todas as edições anteriores, o Brasil também entrou como favorito, mas sempre decepcionou diante de algum outro time. Nas Olimpíadas de 1984 e 88, o Brasil foi prata (reveja nos vídeos), levando o bronze em 1996 e 2008.

O principal adversário da seleção brasileira parece ser, cada vez mais, a pressão que o "país do futebol" sofre por nunca ter subido ao ponto mais alto do pódio olímpico em sua especialidade.

Clique na imagem para ampliá-la e reveja em vídeo os momentos "quase lá".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247