Sérgio Aguiar admite deixar o PDT após derrota na AL

“O que fizeram comigo foi desleal. Vou repensar minha atuação política. Provavelmente não fico no partido”, declarou Sérgio Aguiar, após a derrota na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa. O deputado cogita deixar o PDT devido à acirrada disputa interna pela sucessão na Mesa Diretora, que acabou nas mãos do correligionário Zezinho Albuquerque

“O que fizeram comigo foi desleal. Vou repensar minha atuação política. Provavelmente não fico no partido”, declarou Sérgio Aguiar, após a derrota na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa. O deputado cogita deixar o PDT devido à acirrada disputa interna pela sucessão na Mesa Diretora, que acabou nas mãos do correligionário Zezinho Albuquerque
“O que fizeram comigo foi desleal. Vou repensar minha atuação política. Provavelmente não fico no partido”, declarou Sérgio Aguiar, após a derrota na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa. O deputado cogita deixar o PDT devido à acirrada disputa interna pela sucessão na Mesa Diretora, que acabou nas mãos do correligionário Zezinho Albuquerque (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 - Após a derrota para Zezinho Albuquerque (PDT) da disputa pela presidência da Assembleia Legislativa do Ceará, o deputado Sérgio Aguiar (PDT) admitiu a possibilidade de deixar o partido. “O que fizeram comigo foi desleal. Vou repensar minha atuação política. Provavelmente não fico no partido. Não saio daqui derrotado. Combati o bom combate. Esse grupo entra na história enfrentando com altivez a tudo e a todos”, declarou após o anúncio do resultado.

Sérgio Aguiar afirmou ainda que deverá deixar a base do governo na AL e se manter independente em relação à gestão Camilo Santana (PT). Aguiar conseguiu 18 votos, contra 27 de Albuquerque, que irá para o seu terceiro mandato à frente da Assembleia. 

(Com informações do Blog Política do O Povo)

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247