Servidores da administração protestam por plano de carreira

Presidente do Sintrase, Waldir Rodrigues, reclama que o governador em exercício Jackson Barreto (PMDB) prometeu, em junho, dar prioridade ao plano de carreira dos servidores da administração geral, mas “já descumpriu”; “barulho vai ter muito. Se possível, greve geral. Nossa luta é pelo plano de carreira. Já tentamos falar com o comunista da Seplag (secretário Jefferson Passos) e até agora nada. Se aprovar o projeto do Sintese e deixar o nosso de lado, Jackson vai ser persona non grata para a categoria”, afirmou

Servidores da administração protestam por plano de carreira
Servidores da administração protestam por plano de carreira
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sergipe 247 – Os servidores das empresas públicas do Estado realizam protesto na manhã desta quinta-feira (1º) em frente ao Palácio dos Despachos. O presidente do sindicato dos servidores da administração geral (Sintrase), Waldir Rodrigues, afirma que os acordos coletivos não foram assinados e isto “põe em risco os direitos adquiridos dos trabalhadores”. Na nota de convocação da manifestação, o sindicato diz que “saiu Marcelo Déda, entrou Jackson Barreto e o desrespeito continuou”. As empresas públicas do Estadão são a Cehop, Emdagro, Emgetis, Codise, Emsetur e Pronese.

Waldir Rodrigues reclama que o governador em exercício Jackson Barreto (PMDB) prometeu, em junho, dar prioridade ao plano de carreira dos servidores da administração geral, mas “já descumpriu”. “Barulho vai ter muito. Se possível, greve geral. Nossa luta é pelo plano de carreira. Já tentamos falar com o comunista da Seplag (secretário Jefferson Passos) e até agora nada. Se aprovar o projeto do Sintese e deixar o nosso de lado, Jackson vai ser persona non grata para a categoria”, afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247