CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Seturb pede que tarifa de ônibus suba para R$ 2,86

Segundo o presidente do Seturb, Antônio Silva Junior, o Toninho da Miracema, o reajuste de 12,5% é para cobrir o aumentos dos custos do transporte, já que a tarifa não é sobe desde 2012; “É a reposição do custo que tivemos. O combustível aumentou 32% desde o último reajuste. O salário dos motoristas teve 42% de aumento acumulado no período. Além de pneus, óleo de motor e outros itens”; a prefeitura analisa o pedido do Seturb e busca outras formas de repassar o menor reajuste possível para a população, como redução do ISSQN e negociações com o governo do Estado para redução do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços ICMS sobre o óleo diesel dos ônibus

Imagem Thumbnail
Segundo o presidente do Seturb, Antônio Silva Junior, o Toninho da Miracema, o reajuste de 12,5% é para cobrir o aumentos dos custos do transporte, já que a tarifa não é sobe desde 2012; “É a reposição do custo que tivemos. O combustível aumentou 32% desde o último reajuste. O salário dos motoristas teve 42% de aumento acumulado no período. Além de pneus, óleo de motor e outros itens”; a prefeitura analisa o pedido do Seturb e busca outras formas de repassar o menor reajuste possível para a população, como redução do ISSQN e negociações com o governo do Estado para redução do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços ICMS sobre o óleo diesel dos ônibus (Foto: Aquiles Lins)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Tocantins 247 – Se depender do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano do Tocantins (Seturb), o preço da tarifa de ônibus em Palmas passará de R$ 2,50 para R$ 2,86. A solicitação foi feita pelo sindicato ao Conselho Municipal de Trânsito ainda em 2013, antes de por em circulação os 40 novos ônibus com ar condicionado que começaram a rodas pelas ruas na terça-feira, 11.

Segundo o presidente do Seturb, Antônio Silva Junior, o Toninho da Miracema, o reajuste é para cobrir o aumentos dos custos do transporte, já que a tarifa não é reajustada desde 2012. “Chegamos ao valor de R$ 2,86 com base em uma planilha tarifária que foi encaminhada para o conselho da prefeitura discutir. É a reposição do custo que tivemos. O combustível aumentou 32% desde o último reajuste. O salário dos motoristas teve 42% de aumento acumulado no período. Além de pneus, óleo de motor e outros itens”, argumentou Toninho, em entrevista ao Portal CT (leia aqui).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O secretário de Acessibilidade, Mobilidade e Transporte, Christian Zini Amorim, explicou que a prefeitura está analisando os custos apresentados pelo Sindicato e inserindo-os em uma planilha oficial do governo federal, para analisar se há a necessidade ou não do reajuste. Considerando a possibilidade de aumento, o secretário disse que a prefeitura busca outras formas de repassar o menor reajuste possível para a população, como redução do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e negociações com o governo do Estado para redução do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o óleo diesel dos ônibus.

A previsão da prefeitura é que em abril a proposta de reajuste das tarifas de ônibus seja discutido no Conselho Municipal de Trânsito. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO