Sindicato dos Rodoviários aprova indicativo de greve

Após reunião ocorrida na sede da Prefeitura de Maceió, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Alagoas (Sinttro/AL) decidiu que entrará em estado de greve, podendo parar as atividades a partir da próxima semana; decisão foi tomada diante da impossibilidade de acordo entre rodoviários e empresários do setor sobre o reajuste da categoria, que pede um aumento salarial de 15%

Após reunião ocorrida na sede da Prefeitura de Maceió, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Alagoas (Sinttro/AL) decidiu que entrará em estado de greve, podendo parar as atividades a partir da próxima semana; decisão foi tomada diante da impossibilidade de acordo entre rodoviários e empresários do setor sobre o reajuste da categoria, que pede um aumento salarial de 15%
Após reunião ocorrida na sede da Prefeitura de Maceió, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Alagoas (Sinttro/AL) decidiu que entrará em estado de greve, podendo parar as atividades a partir da próxima semana; decisão foi tomada diante da impossibilidade de acordo entre rodoviários e empresários do setor sobre o reajuste da categoria, que pede um aumento salarial de 15% (Foto: Voney Malta)

Alagoas 247 - Após reunião ocorrida na noite dessa segunda-feira (24), na sede da Prefeitura de Maceió, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Alagoas (Sinttro/AL) decidiu que entrará em estado de greve, podendo parar as atividades a partir da próxima semana. Assembleias serão realizadas nas empresas durante esta semana. Hoje, o sindicato reúne os funcionários da Veleiro, cujos ônibus só circulam após as discussões. 

A decisão sindical foi tomada diante da impossibilidade de acordo entre rodoviários e empresários do setor sobre o reajuste da categoria, que pede um aumento salarial de 15%. Por outro lado, a contraproposta do patronato foi de apenas 3,5%.

Segundo a assessoria de comunicação do Sinttro, a reunião de ontem - que teve início ainda no período da tarde e se estendeu até as 22h, contando com a intermediação do prefeito Rui Palmeira, - foi a última de uma série de encontros desde o começo do mês de julho, na tentativa de atender as expectativas dos profissionais, que totalizam cerca de 3 mil rodoviários.                        

"Sem consenso, portanto, o sindicato irá submeter à categoria a realização de greve com uma série de assembleias com início na madrugada desta terça-feira, na empresa Veleiro, sem previsão de horário de saída dos ônibus. Seguindo o cronograma definido pela entidade sindical, na quarta-feira, é a vez da Cidade de Maceió; na quinta, será na Real Alagoas; e sexta-feira, na São Francisco", explicou a assessoria. 

Com o atraso na saída de veículosda  empresa de viação Veleiro, 78 coletivos ficaram parados na garagem. A Veleiro é responsável por 15% do sistema rodoviário de Maceió. 

De acordo com o presidente do Sinttro, Écio Ângelo, a diretoria do sindicato continuará aberta, até o início de greve, na próxima segunda-feira (31), à negociação, caso os empresários decidam melhorar sua proposta ou o prefeito possa intervir mais uma vez, proporcionando algum avanço.

Com gazetaweb.com e assessoria

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247