Sindjor condena agressão a cinegrafista no HGP

O Sindicato dos Jornalistas do Tocantins (Sinjor) divulgou nota repúdio contra a agressão do cinegrafista da TVE Tocantins Elciomar Lino, que foi agredido com um soco por um segurança que presta serviço ao Hospital Geral do Tocantins (HGP) nessa terça-feira, 5, enquanto fazia imagens para uma reportagem; "Tal violência, gratuita e desnecessária fere os direitos humanos, além de ferir mortalmente a honra do profissional que contabiliza uma trajetória de 30 anos de carreira", diz o Sindjor; Sesau lamentou a agressão e informou que já foi solicitado o afastamento do segurança à empresa responsável

O Sindicato dos Jornalistas do Tocantins (Sinjor) divulgou nota repúdio contra a agressão do cinegrafista da TVE Tocantins Elciomar Lino, que foi agredido com um soco por um segurança que presta serviço ao Hospital Geral do Tocantins (HGP) nessa terça-feira, 5, enquanto fazia imagens para uma reportagem; "Tal violência, gratuita e desnecessária fere os direitos humanos, além de ferir mortalmente a honra do profissional que contabiliza uma trajetória de 30 anos de carreira", diz o Sindjor; Sesau lamentou a agressão e informou que já foi solicitado o afastamento do segurança à empresa responsável
O Sindicato dos Jornalistas do Tocantins (Sinjor) divulgou nota repúdio contra a agressão do cinegrafista da TVE Tocantins Elciomar Lino, que foi agredido com um soco por um segurança que presta serviço ao Hospital Geral do Tocantins (HGP) nessa terça-feira, 5, enquanto fazia imagens para uma reportagem; "Tal violência, gratuita e desnecessária fere os direitos humanos, além de ferir mortalmente a honra do profissional que contabiliza uma trajetória de 30 anos de carreira", diz o Sindjor; Sesau lamentou a agressão e informou que já foi solicitado o afastamento do segurança à empresa responsável (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 - O Sindicato dos Jornalistas do Tocantins (Sinjor) divulgou nota repúdio contra a agressão do cinegrafista da TVE Tocantins Elciomar Lino, que foi agredido com um soco por um segurança que presta serviço ao Hospital Geral do Tocantins (HGP) nessa terça-feira, 5, enquanto fazia imagens para uma reportagem. Elciomar registrou Boletim de Ocorrência contra o agressor. 

"Tal violência, gratuita e desnecessária fere os direitos humanos e vai contra tudo o que apregoa o Sindicato, que preza pelo respeito e cordialidade aos jornalistas no exercício de suas funções, além de ferir mortalmente a honra do profissional que contabiliza uma trajetória de 30 anos de carreira", diz o Sindjor. 

Para o sindicato, a ação demonstra também o despreparo do vigilante no trato as pessoas. "Se fez isso com o cinegrafista, devidamente autorizado, o que fará com os parentes dos pacientes que ali estão internados?. Não podemos nos calar diante de tal fato. Ao qual pedimos a SESAU o pedido de desculpas pública ao cinegrafista, e também providências para que situações como essa não volte a acontecer", afirma.

Sesau lamenta agressão

Em nota à imprensa, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) lamentou a agressão ao cinegrafista Elciomar Lino e informou que já foi solicitado o afastamento do segurança à empresa responsável.

"A Sesau ressalta que atitudes como essas não são aceitas e que o serviço existe dentro do hospital para oferecer mais segurança aos pacientes, visitantes, acompanhantes e funcionários, bem como para proteger o patrimônio material da unidade", diz a pasta.

Confira a nota do Sindjor:

"NOTA DE REPÚDIO

O SINDJOR - Sindicato dos Jornalistas do Tocantins vem a público repudiar a agressão sofrida pelo cinegrafista Elciomar Lino, no último dia 5 de maio de 2015, quando devidamente autorizado pela Secretaria de Saúde do Estado, e acompanhado por Assessor de Comunicação da Unidade Hospitalar, bem como do auxiliar e repórter, realizava imagens para matéria jornalística da TVE Palmas, foi agredido com um soco por um vigilante que presta serviços de segurança no HGPP - Hospital Geral Público de Palmas.

Tal violência, gratuita e desnecessária fere os direitos humanos e vai contra tudo o que apregoa o Sindicato, que preza pelo respeito e cordialidade aos jornalistas no exercício de suas funções, além de ferir mortalmente a honra do profissional que contabiliza uma trajetória de 30 anos de carreira.

A ação demonstra também o despreparo do vigilante no trato as pessoas. Se fez isso com o cinegrafista, devidamente autorizado, o que fará com os parentes dos pacientes que ali estão internados?. Não podemos nos calar diante de tal fato. Ao qual pedimos a SESAU o pedido de desculpas pública ao cinegrafista, e também providências para que situações como essa não volte a acontecer.

O jornalismo não possui lado, e os profissionais que atuam na área tem como missão mostrar os fatos e relatar as noticias, não podem ser condenados e atacados pelo despreparo e a má gestão."

 

Confira a nota da Sesau:

"Secretaria de Estado da Saúde

Nota de Esclarecimento

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) lamenta a agressão cometida por segurança de empresa privada no Hospital Geral de Palmas (HGP) contra equipe de reportagem da TVE Tocantins na tarde desta terça-feira, 5, e informa que já foi solicitado o afastamento do segurança à empresa responsável.

A Sesau ressalta que atitudes como essas não são aceitas e que o serviço existe dentro do hospital para oferecer mais segurança aos pacientes, visitantes, acompanhantes e funcionários, bem como para proteger o patrimônio material da unidade.

Palmas-TO, 6 de maio de 2015."

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247