Situação define estratégia para eleger Quintella ao Senado

O grupo do governador Renan Filho (MDB) está colocando em ação uma estratégia para assegurar a eleição não apenas de um, mas dos dois senadores da chapa majoritária do governo nas eleições deste ano; com duas vagas para o Senado, o segundo voto do grupo tem sido anunciado para o deputado federal Maurício Quintella (PR-AL); o fato também de ser pouco conhecido será explorado

Brasília - O ministro dos Transportes, Maurício Quintella fala sobre as concessões aeroportuárias, proposta de privatização da Infraero, e os novos projetos qualificados no PPI (Wilson Dias/Agência Brasil)
Brasília - O ministro dos Transportes, Maurício Quintella fala sobre as concessões aeroportuárias, proposta de privatização da Infraero, e os novos projetos qualificados no PPI (Wilson Dias/Agência Brasil) (Foto: Voney Malta)

Edivaldo Júnior/Gazetaweb.com - O grupo do governador Renan Filho (MDB) está colocando em ação uma estratégia para assegurar a eleição não apenas de um, mas dos dois senadores da chapa majoritária do governo nas eleições deste ano.

Na política tradicional a busca pelo apoio de lideranças na capital e no interior é visível. O deputado federal e pré-candidato ao Senado Maurício Quintella (PR) tem acompanhado o governador em vários compromissos no interior.

Nesse sábado, 29, os dois estiveram juntos, na Festa do Trabalhador, no município de Carneiros, alto sertão de Alagoas. Lá encontraram vários prefeitos da região, a exemplo de Jeane Moura (Senador Rui Palmeira), Geraldo Agra, o “Neguinho” (Carneiros) e Arlindo Garrote (Estrela de Alagoas), vereadores e lideranças políticas, a exemplo de Angela Garrote, Isnaldo Bulhões Junior, Siloé Moura e Juliana Almeida.

A todos, Quintella foi apresentado como o “segundo voto” do governador ao Senado. O primeiro voto de Renan Filho, como se sabe, vai para o senador Renan Calheiros (MDB), que é pré-candidato à reeleição.

O governador também foi para o palco da festa, em Carneiros, cumprimentar uma multidão de mais de dez mil pessoas, com Maurício Quintella ao seu lado. “Colar” a imagem do pré-candidato ao senador com a do governador que é muito popular, especialmente nas cidades do interior, também ajuda na estratégia.

Em outro evento, na segunda-feira, 23, em Santana do Ipanema, lá estava Maurício Quintella ao lado de Renan Filho. Os dois, conversando com políticos da região e falando do projeto do governo que é eleger os dois senadores.

Mas não é só. O grupo de RF também quer aproveitar a liderança de Renan Filho e do senador Renan Calheiros nas pesquisas, para influenciar no segundo voto.

Um importante interlocutor do governo mostrou para isso resultado de enquete realizada em Maceió por um grupo de vereadores.

Na enquete, Renan Calheiros aparece com 22% no primeiro voto, seguido de Benedito de Lira (11%), Maurício Quintella (7 %), Marx Beltrão (4%), João Caldas (2%), Omar Coelho (2%) e Ildo Rafael (2%).

No segundo voto, Benedito de Lira tem 15%, seguido de Renan Calheiros (7%), Maurício Quintella (6%), Marx Beltrão (5%), João Caldas (3%), Ildo (2%) e Omar (1%)

Um influente interlocutor de Renan Filho analisa os números: “o Renan tem na capital 22% no primeiro voto e 7% no segundo voto. Biu tem 11% e 15% respectivamente. Certamente destes 15%, tem grande parte que escolhe o senador Renan Calheiros no primeiro voto e poderá ser influenciado na campanha para votar no outro candidato do nosso grupo”, aponta.

Além disso, o grupo vai procurar identificar pontos fracos e fortes de Maurício Quintella. Segundo avaliação inicial, o pré-candidato ao Senado é “pouco conhecido”, uma desvantagem no momento que vai ser trabalhada para se transformar em vantagem. “Como é menos conhecido, tem maior potencial de crescimento”, pondera o interlocutor

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247