SP cria ‘Bolsa crack’ de R$ 1.350

Benefício criado para para famílias de dependentes de crack para tratamento em clínica particular faz parte de novo pacote de medidas contra violência a ser anunciado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) nesta quinta-feira 

SP cria ‘Bolsa crack’ de R$ 1.350
SP cria ‘Bolsa crack’ de R$ 1.350

247 - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), vai apresentar nesta quinta-feira, 9, um novo pacote de medidas para combater a violência e o avanço das drogas no Estado. Entre elas, a transferência direta de dinheiro para famílias de dependentes de crack para tratamento em clínica particular.

A ação será semelhante à adotada pelo governo tucano de Minas Gerais, o Cartão Aliança pela Vida. Chamado “Cartão Recomeço”, ele é apelidado dentro do próprio governo paulista de “bolsa crack”. O cartão tornará disponível a quantia de de R$ 1.350 mensais para as famílias dos dependentes (em Minas o valor é de R$ 900). No total, até 10 mil famílias poderão ser beneficiadas em São Paulo.

Os dez municípios que receberão o programa piloto devem ser definidos nesta quarta-feira. Não há previsão para o benefício valer em todo o Estado. As clínicas aptas a receber os pacientes ainda vão ser credenciadas, mas ficará a cargo das prefeituras identificar as famílias que receberão a bolsa.

Pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha mostrou que 45% dos paulistanos apontam o envolvimento de jovens da família com tóxicos como seu maior medo, seguido do temor da violência urbana. No começo deste ano, o governo paulista deu início à internação compulsória dos viciados em crack, que também foi respaldada pela população conforme outra pesquisa.

O “cartão crack” será, segundo o Palácio dos Bandeirantes, uma medida complementar ao programa de internação. Ambos devem fazer parte do “atendimento diferenciado aos dependentes químicos”, uma das bandeiras do governador.

No final do ano passado, a prefeitura do Rio de Janeiro também anunciou o lançamento da ajuda financeira a dependentes, mas a iniciativa até agora não foi colocada em prática. (Com informações da CBN)

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247