SP registra o setembro mais chuvoso em 20 anos

As chuvas que caíram na capital paulista ao longo de setembro somaram 192mm, índice quase três vezes superior à média esperada para setembro; de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), este é o setembro mais chuvoso em 20 anos

São Paulo 08/09/2015 Chuva - Chuva e frio na cidade após o feriado . Foto Paulo Pinto/Fotos Publicas
São Paulo 08/09/2015 Chuva - Chuva e frio na cidade após o feriado . Foto Paulo Pinto/Fotos Publicas (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Fernanda Cruz, Repórter da Agência Brasil - As chuvas na capital paulista desde o início do mês somaram de 192 milímetros (mm), índice quase três vezes superior à média esperada para setembro, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). Este é o setembro mais chuvoso em 20 anos, quando teve início a série histórica.

Apenas a forte chuva que atingiu a cidade na noite de ontem (27) e durante a madrugada de hoje (28) registrou 23,9 mm, o equivalente a 35,67% do esperado para todo o mês. Apesar do granizo e das rajadas de vento, a capital teve poucas ocorrências graves.

Segundo a Defesa Civil Estadual, uma árvore de grande porte caiu em uma casa na Rua Regina Garba, no bairro do Jaraguá. Cinco pessoas estavam no interior do imóvel, uma delas sofreu ferimentos leves, foi levada ao pronto-socorro e liberada em seguida. A casa ficou destruída e precisou ser interditada.

No total, o Corpo de Bombeiros atendeu 38 ocorrências de queda de árvores. Praticamente toda a cidade permaneceu em estado de atenção para enchentes entre a 0h45 e as 2h50. São Paulo tem oito pontos de alagamento transitáveis nesta manhã, mas chegou a registrar mais quatro pontos intransitáveis para veículos.

As rajadas de vento atingiram velocidades de 81 quilômetros por hora (km/h) no Mirante de Santana, na zona norte, de 77,8 km/h no Aeroporto de Guarulhos e de 64,8 km/h no Aeroporto de Congonhas, na zona sul.

A previsão para hoje é tempo instável e chuvoso e as temperaturas devem cair. A máxima não deve superar os 24ºC e a mínima os 17ºC . Os percentuais de umidade do ar ficam entre 70% e 98%. Amanhã (29), o tempo instável predomina, começando com chuvas isoladas entre a madrugada e boa parte do período da manhã. O sol aparece entre muitas nuvens à tarde, com mínima de 17ºC e máxima de 23ºC.

Interior do estado e Baixada Santista

Na cidade de Campinas, no interior do estado, choveu 31 mm na noite de ontem e durante a madrugada. A cidade teve dois alagamentos, um na Avenida Abolição e outro que atingiu uma casa na Rua Paulo de Corte, no Jardim Carlos Lourenço. A Defesa Civil atendeu também destelhamentos e queda de poste, na Avenida Suaçuna.

Na cidade, houve 11 quedas de árvores, uma delas sobre um veículo na Avenida John Boyd Dunlop. Trinta semáforos apresentaram falha na região central, em vias como a Barão de Itapura, Francisco Glicério, Andrade Neves, Orosimbo Maia e Amoreiras.

Nas cidades de Santos, São Vicente, Praia Grande, Cubatão e Guarujá, no litoral paulista, 500 mil casas ficaram sem energia elétrica. A CPFL Energia informou que precisou dar prioridade ao reestabelecimento nos hospitais, nas unidades básicas de saúde, a clientes com UTI domiciliar, escolas e prédios públicos.

Durante a manhã, a distribuidora considerava a situação normalizada, com 4 mil casos pontuais de falta de energia nas cidades de Santos, São Vicente e Praia Grande. A CPFL informou que trabalha com todo o seu contingente para religar a energia nesses locais. Segundo a prefeitura de Santos, praticamente toda a cidade ficou sem energia elétrica e, por esse motivo, quase todos os semáforos deixaram de operar. Por volta das 8h, o problema foi solucionado.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247