Stédile: condenação só fortalecerá Lula

Líder do MST e da Frente Brasil Popular, João Pedro Stédile explica por que as elites brasileiras dão um tiro no pé ao perseguir, de forma tão ostensiva, o ex-presidente Lula, que já foi condenado sem provas a nove anos e meio de prisão e pode ter a sentença confirmada neste dia 24, em Porto Alegre;  "Toda vez que Lula é atacado, o povo se sente atacado. O código de leitura da realidade brasileira do povão é diferente da classe média e da burguesia". diz ele; "Condenar Lula agora é jogar mais água – e voto – no moinho dele, porque as pessoas vão se dar conta de que ele está sendo injustiçado e que foi uma decisão política", afirma

João Pedro Stédile
João Pedro Stédile (Foto: Leonardo Attuch)

RS 247 – Líder do MST e da Frente Brasil Popular, João Pedro Stédile explica por que as elites brasileiras dão um tiro no pé ao perseguir, de forma tão ostensiva, o ex-presidente Lula, que já foi condenado sem provas a nove anos e meio de prisão e pode ter a sentença confirmada neste dia 24, em Porto Alegre.

"Condenar Lula agora é jogar mais água - e voto - no moinho dele, porque as pessoas vão se dar conta de que ele está sendo injustiçado e que foi uma decisão política", disse ele à jornalista Cristiane Agostine, em entrevista publicada no Valor. "Perseguir Lula politicamente aumentará cada vez mais as chances eleitorais dele e tirá-lo da eleição ampliará a instabilidade política do país", diz. "Toda vez que Lula é atacado, o povo se sente atacado. O código de leitura da realidade brasileira do povão é diferente da classe média e da burguesia."

"Se por algum motivo Lula não puder ser candidato, as eleições e o processo democrático no Brasil estarão comprometidos. Ninguém pode prever quais serão as reações do povo, que pode desdenhar de todo mundo, não participar. O povo vai jogar as urnas na lata do lixo. Vai ter de tudo. As massas podem querer se livrar do compromisso de participar do jogo democrático e dai qualquer coisa pode acontecer. É um cenário caótico, imprevisível. Se querem manter a democracia é fundamental que Lula possa concorrer", alerta ainda Stédile.

Inscreva-se na TV 247 e confira o "Bom dia 247", sobre o julgamento de Lula:

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247