Tarifas de ônibus de BH entram em vigor nesta quarta

A Prefeitura de Marcio Lacerda, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e da BHTrans, reduziu o preço da passagem predominante de R$ 2,80 para R$ 2,65. Medida foi alcançada com a adesão à desoneração do PIS/Cofins autorizada pelo Governo Federal. Os outros R$ 0,05 da redução virão da isenção do ISS, que já foi aprovada em segundo turno pela Câmara Municipal

Tarifas de ônibus de BH entram em vigor nesta quarta
Tarifas de ônibus de BH entram em vigor nesta quarta

Prefeitura - Os novos preços das passagens de ônibus em Belo Horizonte entrarão em vigor a partir da zero hora desta quarta-feira, dia 10. A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e da BHTrans, reduziu o preço da passagem predominante de R$ 2,80 para R$ 2,65. Com a redução, o preço da passagem pago por 80% dos usuários de ônibus da capital voltará ao patamar de janeiro de 2012. A redução foi possível com a adesão à desoneração do PIS/Cofins autorizada pelo Governo Federal. Essa desoneração permitirá a redução de R$ 0,10 na tarifa. Os outros R$ 0,05 da redução virão da isenção do ISS, que já foi aprovada em segundo turno pela Câmara Municipal.

Belo Horizonte tinha em 2008, ao lado de São Paulo, a passagem mais cara entre todas as capitais brasileiras. A nova tarifa de R$ 2,65 será agora uma das mais baratas. Ela estará abaixo das tarifas de pelo menos 11 capitais: Brasília (R$ 3), São Paulo (R$ 3), Florianópolis (R$ 2,90), Cuiabá (R$ 2,85), Porto Alegre (R$ 2,80), Salvador (R$ 2,80), Rio de Janeiro (R$ 2,75), Manaus (R$ 2,75), Campo Grande (R$ 2,75), Curitiba (R$ 2,70) e Goiânia (R$ 2,70).

Nos últimos quatro anos a tarifa do transporte coletivo de Belo Horizonte foi reajustada em índices inferiores ao da inflação. Em 2009, inclusive, não houve reajuste. No período de janeiro 2009 a junho de 2013, a inflação acumulada ficou em 27,17% enquanto o reajuste de tarifas não passou de 15,22%, portanto, 10,37% menor do que a inflação geral.

Cartazes informativos com os novos valores estão afixados dentro dos ônibus. As informações também estarão disponíveis no portal da BHTrans (www.bhtrans.pbh.gov.br) e na Central de Relacionamento Telefônico da Prefeitura, pelo número 156.

Cartão BHBUS

Os créditos eletrônicos dos Cartões BHBUS Usuário e do vale-transporte, adquiridos até esta terça, dia 9, poderão ser utilizados normalmente sendo debitado o novo valor da tarifa.

Táxi-lotação

A tarifa do serviço de táxi-lotação, que circula nas avenidas Afonso Pena e do Contorno, que é R$ 3,10 passará para R$ 3. A informação com o novo preço deverá ser afixada no vidro traseiro lateral esquerdo dos veículos.

Confira os novos preços das passagens

• Linhas perimetrais, diametrais, semiexpressas e troncais (ônibus nas cores laranja, azul e verde): de R$ 2,80 para R$ 2,65
• Tarifa de integração com o metrô: de R$ 2,80 para R$ 2,65
• Linhas circulares e alimentadoras (ônibus cor amarela): de R$ 2 para R$ 1,90
• Linhas de vilas e favelas (micro-ônibus cor amarela): de R$ 0,65 para R$ 0,60
• Linha Executiva SE 01 (Savassi/Cidade Administrativa): de R$ 5,30 para R$ 5
• Linha Executiva SE 02 (Buritis/Savassi): de R$ 4,25 para R$ 4.

Nas tarifas das linhas executivas SE 01 e SE 02 será autorizada a concessão de desconto aos usuários do Cartão BHBUS, que pagarão as seguintes tarifas: R$ 4,70 (SE 01) e R$ 3,75 (SE 02).

Serviço Suplementar

As tarifas das linhas do transporte suplementar de Belo Horizonte também tiveram os valores reduzidas: a tarifa de R$ 2 passa para R$ 1,90, a de R$ 2,30 passa para R$ 2,15 e a de R$ 2,80 para R$ 2,65.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247