Tarso Genro e Maria do Rosário desmentem Folha

Ex-governador do Rio Grande do Sul divulgou nota para negar reportagem publicada pela Folha de S. Paulo, que afirma que 26 deputados do PT, com a simpatia de Tarso Genro, cogitam fazer um "desembarque coletivo do partido"; "Não estou nem liderando nem discutindo com qualquer grupo, formal ou informal, processos de saída do PT ou a fundação de novo partido", rebateu; Maria do Rosário, citada na matéria, postou no Twitter: "Folha SP, ridícula. Alguém acha que os adversários nos dando um golpe e nós estamos em lutinha interna?"

Ex-governador do Rio Grande do Sul divulgou nota para negar reportagem publicada pela Folha de S. Paulo, que afirma que 26 deputados do PT, com a simpatia de Tarso Genro, cogitam fazer um "desembarque coletivo do partido"; "Não estou nem liderando nem discutindo com qualquer grupo, formal ou informal, processos de saída do PT ou a fundação de novo partido", rebateu; Maria do Rosário, citada na matéria, postou no Twitter: "Folha SP, ridícula. Alguém acha que os adversários nos dando um golpe e nós estamos em lutinha interna?"
Ex-governador do Rio Grande do Sul divulgou nota para negar reportagem publicada pela Folha de S. Paulo, que afirma que 26 deputados do PT, com a simpatia de Tarso Genro, cogitam fazer um "desembarque coletivo do partido"; "Não estou nem liderando nem discutindo com qualquer grupo, formal ou informal, processos de saída do PT ou a fundação de novo partido", rebateu; Maria do Rosário, citada na matéria, postou no Twitter: "Folha SP, ridícula. Alguém acha que os adversários nos dando um golpe e nós estamos em lutinha interna?" (Foto: Gisele Federicce)

247 - O ex-governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro divulgou uma nota nesta segunda-feira 11 em que nega reportagem publicada pela Folha de S. Paulo sobre um suposto "desembarque coletivo do partido". 

A matéria diz que 26 deputados do PT, com a simpatia de Tarso Genro, cogitam deixar o partido. "Não estou nem liderando nem discutindo com qualquer grupo, formal ou informal, processos de saída do PT ou a fundação de novo partido", rebateu o ex-governador.

A reportagem afirma que o movimento inclui nomes como de Arlindo Chinaglia (SP) e Marco Maia (RS) e da ex-ministra Maria do Rosário (RS). A deputada gaúcha também rebateu com ênfase a reportagem pelo Twitter. "Folha SP, ridícula, diz Q tem deputados saindo do PT. Alguém acha que os adversários nos dando um golpe e nós estamos em lutinha interna?".

"Estamos totalmente unidos no PT, em diálogo com todos os parlamentares q agem com responsabilidade e com o povo brasileiro, contra o golpe! Jornalismo tem Q melhorar. Está em crise tanto ou +q a política. A editoria faz matéria antes de entrevistas e só ilustra contigo. Entendeu?", acrescentou.

O deputado Henrique Fontana (PT-RS) também negou a reportagem e publicou no Twitter um diálogo que teve com a jornalista Catia Seabra, que assina a matéria. "@folha e jornalista Catia Seabra mentem s/ minha desfiliação @ptbrasiI. Exigirei direito de resposta. Veja diálogo".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247