Thammy Miranda avalia processar Lumena Aleluia, do BBB21, por ofensas a Carla Diaz

"Racismo é racismo, não existe racismo reverso. A atitude que ela está tomando com a Carla Diaz é de racismo. Ela falou 'essa branquitude de merda'", disse o vereador pelo Instagram

Lumena Aleluia, Carla Diaz e Thammy Miranda
Lumena Aleluia, Carla Diaz e Thammy Miranda (Foto: Reprodução | Divulgação | Reprodução/Instagram)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vereador Thammy Miranda (PL-SP) afirmou pelo Instagram nesta quinta-feira (18) avaliar a possibilidade de processar a psicóloga Lumena Aleluia pelas ofensas contra a atriz Carla Diaz durante o Big Brother Brasil (BBB) 21.

"Estou aqui vendo as coisas daquela imbecil da Lumena e aí eu estava aqui pensando: racismo é racismo, não existe racismo reverso, na minha opinião. A atitude que ela está tomando com a Carla Diaz é de racismo. Ela falou 'essa branquitude de merda', se fosse a Carla Diaz falando 'essa negritude de merda', a Carla saía da casa presa do Big Brother", disse o parlamentar.

"A Lumena não satisfeita em ter um ato de racismo, ela continua fazendo pressão psicológica. Ela pegou a menina 'para cristo e eu estou bem ofendido com isso. Já entrei em contato com os meus advogados, estou conversando com eles, estou vendo a possibilidade e se eu puder, de forma legal, processar Lumena, eu vou processar. Eu faço questão de doar esse dinheiro para qualquer instituição que for aí de racismo", completou.

Em seguida, o vereador disse já ter uma resposta de seus advogados, "algo ainda melhor do que estava pensando".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email