Tijolaço: Aécio se afunda no buraco que cavou

Mote da manifestação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao ministro Edson Fachin, do STF, é a foto publicada no Facebook do senador, que já estava afastado do cargo, em que ele aparecia com a cúpula do PSDB debatendo, segundo ele próprio, "votações no Congresso e agenda política"; "Aécio achava que ia sair politicamente vivo desta. E Aécio já morreu. Pela mão dos amigos e pelas suas próprias", comenta Fernando Brito, editor do Tijolaço

BRASILIA DF 30/05/2017 POLITICA AECIO SEGUE TRABALHANDO Senador afastado Aecio Neves (PSDB MG) em reunião com os senadores Tasso Jereissati, Antonio Anastasia, Cássio Cunha Lima e José Serra. Na pauta, votações no Congresso e agenda política
BRASILIA DF 30/05/2017 POLITICA AECIO SEGUE TRABALHANDO Senador afastado Aecio Neves (PSDB MG) em reunião com os senadores Tasso Jereissati, Antonio Anastasia, Cássio Cunha Lima e José Serra. Na pauta, votações no Congresso e agenda política (Foto: Gisele Federicce)

Por Fernando Brito, do Tijolaço

15 dias atrás este blog dizia que Aécio Neves, postando no Facebook um foto em que aparecia com a cúpula do PSDB, segundo suas próprias palavras, que a reunião tinha “na pauta, votações no Congresso e a agenda política”, estava provocando Rodrigo Janot e Luiz Edson Fachin.

15 dias depois, o Valor revela que a cena é o mote da manifestação do Procurador Geral da República a Fachin, insistindo na prisão de Aécio, afirmando que “a despeito da suspensão do exercício das funções parlamentares, decretada judicialmente no âmbito dessa ação cautelar, Aécio Neves continuou exercendo suas funções, conforme reunião divulgada por ele mesmo em redes sociais no dia 30”.

"Não convém menosprezar a periculosidade de parlamentares corruptos do quilate de Aécio Neves, tampouco dos seus comparsas de longa data, pela mera constatação de que, muito embora graves, os crimes apurados na Operação Lava-Jato e nos seus desdobramentos foram praticados sem violência ou grave ameaça”, diz Janot na manifestação.

E olha que Janot alivia aquele “tem que ser um que a gente mata antes que ele delate”.

O fato é que Aécio achava que ia sair politicamente vivo desta.

E Aécio já morreu. Pela mão dos amigos e pelas suas próprias.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247