CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Tim pode voltar a vender chips em Minas Gerais

Após 11 dias de proibição, Anatel autorizou as operadoras a comercializar novas linhas a partir desta sexta-feira 3; venda foi suspensa como forma de punição pela má qualidade dos serviços; as coisas melhoraram, é isso?

Tim pode voltar a vender chips em Minas Gerais (Foto: Edição/247)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Agência Brasil - Depois de 11 dias de proibição, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou nesta a liberação da venda de novas linhas de celulares e internet das operadoras TIM, Claro e Oi a partir desta sexta-feira 3. 

As vendas foram proibidas pela Anatel no dia 23 de julho, como forma de punição pela má qualidade dos serviços prestados. Como exigência para a liberação, as operadoras tiveram que apresentar planos de investimentos na qualidade da rede e no atendimento aos clientes.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Desde o anúncio da proibição, representantes das empresas estiveram reunidos quase diariamente com dirigentes da Anatel. As operadoras tiveram que apresentar suas ações detalhadas por estado e pelos indicadores de qualidade da Anatel.

A TIM foi proibida de vender em 18 estados e no Distrito Federal, a Oi, em cinco, e a Claro, em três.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Confira os Estados em que cada operadora estava proibida de vender:

TIM

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Acre
Alagoas
Bahia
Ceará
Distrito Federal, Espírito Santo
Goiás
Maranhão
Mato Grosso
Minas Gerais
Pará
Paraná
Paraíba
Pernambuco
Piauí
Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte
Rondônia
Tocantins

Oi

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Amazonas
Amapá
Mato Grosso do Sul
Rio Grande do Sul
Roraima

Claro

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Santa Catarina
São Paulo
Sergipe

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO