"Todos os serviços pioraram", diz Silvio sobre João na PMA

Secretário de Estado da Casa Civil e presidente licenciado do PT, Silvio Santos, ressalta que o prefeito João Alves Filho (DEM) tem sido "humilde na busca por parceria para resolver os problemas na capital", mas vê "arrogância assustadora" nos secretários municipais; em entrevista ao jornalista Joedson Telles, ele ainda ressalta que o "PT foi o primeiro partido a defender a candidatura de Jackson Barreto à sucessão de Marcelo Déda"; "nosso compromisso em torno dessa candidatura e da unidade do nosso bloco continua irredutível, mas exigimos respeito", afirma

"Todos os serviços pioraram", diz Silvio sobre João na PMA
"Todos os serviços pioraram", diz Silvio sobre João na PMA

Sergipe 247 - O secretário de Estado da Casa Civil, Silvio Santos, presidente licenciado do Partido dos Trabalhadores, afirma, em entrevista ao jornalista Joedson Telles, que "todos os serviços públicos pioraram" na capital desde a posse do prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM). Para ele, essa avaliação está sendo feita por toda a sociedade, mas ainda assim os auxiliares do atual prefeito mantém uma "arrogância assustadora", enquanto o demista tem sido "humilde na busca de parcerias para solucionar problemas"

"Todos os serviços pioraram. Os secretários quando vêem a público se explicar o fazem com uma arrogância assustadora. O prefeito João Alves é um homem experiente e tem sido humilde na busca de parcerias para solucionar problemas. Isso é bom. É a forma correta de superar os problemas que são inerentes a qualquer governo. Isso precisa ser ensinado a maioria dos seus secretários. Acusar a gestão passada quando os serviços prestados hoje são piores não engana ninguém. Menos blá blá blá e mais trabalho, galera", afirma.

Questionado sobre o papel do PT na chapa majoritária em 2014, Silvio diz que o partido em Sergipe "tem um histórico de altruísmo e de compromisso com a unidade do campo popular". "Fomos governo na capital e fizemos a sucessão com um aliado. O mesmo está acontecendo agora no Estado", frisou. Segundo ele, "o PT foi o primeiro partido a defender a candidatura de Jackson Barreto à sucessão de Déda".

"O nosso compromisso em torno dessa candidatura e da unidade do nosso bloco continua irredutível, mas exigimos respeito. Não aceitamos recados desrespeitosos de quem quer que seja tentando diminuir o nosso papel na cena política sergipana. Temos noção exata da nossa força e do que representamos. Queremos a unidade. Queremos o nosso lugar na chapa que represente essa unidade. O PT quer a vaga de senador nessa chapa e quer que a nossa unidade se dê principalmente na defesa do legado dos nossos governos. Disso não abrimos mão", avisou.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247