Torcida organizada do Corinthians é condenada por homofobia

Grupo 'Camisa 12' foi condenado pela Secretaria de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo, juntamente com o seu presidente, a pagar uma multa de R$ 20 mil; os atos de homofobia foram motivados depois que o jogador Emerson Sheik publicou uma foto nas redes sociais dando um "selinho" em um amigo; os torcedores o chamaram de "viado"

Grupo 'Camisa 12' foi condenado pela Secretaria de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo, juntamente com o seu presidente, a pagar uma multa de R$ 20 mil; os atos de homofobia foram motivados depois que o jogador Emerson Sheik publicou uma foto nas redes sociais dando um "selinho" em um amigo; os torcedores o chamaram de "viado"
Grupo 'Camisa 12' foi condenado pela Secretaria de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo, juntamente com o seu presidente, a pagar uma multa de R$ 20 mil; os atos de homofobia foram motivados depois que o jogador Emerson Sheik publicou uma foto nas redes sociais dando um "selinho" em um amigo; os torcedores o chamaram de "viado" (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A torcida de futebol Camisa 12, do Corinthians, foi condenada pela Secretaria de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo, juntamente com o seu presidente, a pagar uma multa de R$ 20 mil por homofobia.

A ação do processo foi praticada em 2013 contra o beijo gay do jogador Emerson Sheik. Os atos de homofobia foram motivados pela postagem de uma foto nas redes sociais em que Sheik aparecia dando um "selinho" em um amigo.

A torcida organizada se dirigiu ao Centro de Treinamentos do Corinthians portando faixas com frases "Viado não" e "Vai beijar a P.Q.P, aqui é lugar de homem". A decisão é do dia 27 de abril e de caráter administrativo, cabendo recurso.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247