CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Torcidas Gaviões e Mancha são banidas dos estádios

Federao Paulista de Futebol probe entrada em estdios das organizadas de Corinthians e Palmeiras; morte de torcedor com tiro na cabea, no domingo, aps o jogo entre as duas equipes, motivou deciso; estudante Andr Alves Lezo tinha 21 anos; nesta segunda-feira, morreu um segundo palmeirense em decorrncia do confronto

Torcidas Gaviões e Mancha são banidas dos estádios (Foto: Montagem/247)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A Federação Paulista de Futebol (FPF) divulgou comunicado oficial na tarde desta segunda-feira (26) anunciando a proibição do acesso de membros da Gaviões da Fiel, torcida organizada do Corinthians, e da Mancha Alviverde, do Palmeiras, aos estádios de São Paulo. A determinação ocorreu em resposta a solicitação da delegada Margarette Barreto, da Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), para banir as torcidas até a conclusão da investigação que apura a briga entre 500 torcedores das organizadas, que deixou um morto a tiros, um baleado e outros cinco feridos na manhã do último domingo, na Zona Norte da capital. O confronto foi marcado pela internet e ocorreu horas antes do jogo entre os clubes, no Pacaembu.

Nesta segunda-feira, foi confirmada a segunda morte de um torcedor envolvido no confronto. Vinicius, que ainda não teve o sobrenome divulgado, era conhecido como Zulu e estava internado no hospital São Camilo, na Pompeia, desde ontem.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Na confusão, o estudante André Alves Lezo, de 21 anos, levou um tiro na cabeça e morreu horas mais tarde. Momentos antes da decisão da FPF, o gerente de futebol do Palmeiras, César Sampaio, disse que a proibição das torcidas organizadas no clássico não iria impedir a violência. “Os torcedores, sendo proibidos de ir ao estádio, pode até inibir [a violência], mas isso não inibe que eles se encontrem. Esse problema não foi no estádio, foi antes do jogo”, disse o dirigente palmeirense.

O ex-jogador esteve no Cemitério do Jaraguá, onde o torcedor palmeirense morto no confronto deste domingo era velado no inicio da tarde desta segunda-feira. “Em nome da instituição [Palmeiras], vim prestar nossos sentimentos à família de um membro da Mancha Alviverde. É um momento triste para a gente. Sou totalmente contra qualquer tipo de violência moral ou física. E, com uma tragédia dessas, perde todo mundo: perde o esporte, perdem os valores do esporte, a rivalidade”, disse.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Confira a nota divulgada pela federação:

“A Federação Paulista de Futebol, por meio de seu presidente, Marco Polo Del Nero, resolveu, na tarde desta segunda-feira, proibir a entrada nos estádios das torcidas organizadas Mancha Alvi Verde e Gaviões da Fiel ligadas, respectivamente, a Palmeiras e Corinthians.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A decisão se dá por conta do confronto envolvendo as duas torcidas no último domingo, na Avenida Inajar de Souza, resultando na morte do torcedor palmeirense André Alves Lezo, de 21 anos.”

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO