CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Trabalhadores ocupam secretaria de Agricultura

Cerca de 500 agricultores ocuparam a sede da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), no Centro de Maceió. Eles reivindicam uma audiência com o governador Teotonio Vilela (PSDB) para cobrar falta de investimentos no campo e a inexistência de projetos. Secretário da pasta e funcionários foram impedidos de sair do prédio

Imagem Thumbnail
Cerca de 500 agricultores ocuparam a sede da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), no Centro de Maceió. Eles reivindicam uma audiência com o governador Teotonio Vilela (PSDB) para cobrar falta de investimentos no campo e a inexistência de projetos. Secretário da pasta e funcionários foram impedidos de sair do prédio (Foto: Voney Malta)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Alagoas247 - Cerca de 500 agricultores vindos da Agreste alagoano ocuparam a sede da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), no Centro de Maceió, na manhã desta quarta-feira (26), para reivindicar uma audiência com o governador Teotonio Vilela. O secretário da pasta e outros funcionários que estavam no prédio foram impedidos de sair do órgão, enquanto outros não conseguiram entrar para trabalhar.

Além de ocuparem a sede da Seagri, os trabalhadores rurais também bloquearam a passagem de veículos na Rua Cincinato Pinto, uma das mais movimentadas do Centro da capital alagoana. Por conta disso, o trânsito para quem desce a ladeira dos Martírios ficou complicado nesta manhã.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

De acordo com uma das lideranças do movimento, conhecido como Chico da Capial, os trabalhadores reivindicam uma audiência com o governador para cobrar explicações a respeito da falta de investimentos no campo e da inexistência de projetos nos quais os recursos enviados pelo governo federal possam ser aplicados.

"Prendemos o pessoal dentro da secretaria da Agricultura e não vamos soltar ninguém até que o governador receba uma comissão para discutir os problemas pelos quais os agricultores vêm passando. Técnicos competentes estão sendo demitidos da pasta sem explicação e não há investimentos na área. Não há compromisso com os assentados e todos eles estão passando fome", ressalta Chico.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo ele, inúmeras foram as tentativas de diálogo entre os agricultores e o Executivo estadual, todas sem êxito. "Queremos falar com o governador, mas ninguém atende", diz.

Uma tenda foi colocada no pátio da secretaria, onde a refeição dos trabalhadores está sendo preparada. Por alguns minutos, o clima ficou tenso entre os funcionários que tentaram entrar na secretaria - que teve o acesso fechado com cadeado - e os trabalhadores, e houve a tentativa de derrubada de um dos portões da pasta.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Com gazetaweb.com

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO