CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Transpetro nega início de remoção de dutos do Itaquerão

Estatal foi instruda pelo Ministrio Pblico Federal a s autorizar acesso estrutura depois que empreendedores da obra assumirem os custos da remoo

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – A Transpetro (Petrobras Transporte S/A) negou que tenham começado as escavações na área do futuro estádio do Corinthians para a remoção dos dutos – que deverão ser retirados antes da construção do Itaquerão. A empresa se manifestou por meio de nota enviada ao Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo para contrapor as notícias que davam conta de que as obras de remoção já teriam sido iniciadas. “Pelo contrário, para impedir o acesso aos dutos que continuam em operação e garantir sua integridade, foram adotadas medidas cautelares”, afirmou a empresa em ofício assinado pela gerente geral do Departamento Jurídico da Transpetro, Maria Carolina Gomes Pereira Vilas Boas.

O MPF recomendou à estatal que os custos da remoção dos dutos sejam assumidos em sua totalidade pelos empreendedores da obra. O custo do procedimento de remoção e reposicionamento das tubulações foi orçado em pelo menos R$ 30 milhões. Como o contrato que firmará a responsabilidade da empreiteira ainda não foi assinado, a Transpetro cuida para que nada seja feito com os dutos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A empresa anunciou a instalação de cercas de proteção e placas de sinalização adicionais, para impedir o acesso não autorizado na área onde estão localizados os dutos. A estatal também informou que “fiscaliza permanentemente os serviços realizados no entorno dos dutos, para evitar qualquer risco à tubulação”, diz o MPF por meio de nota publicada nesta quarta-feira. “Também estão sendo implementadas medidas de proteção dos cruzamentos com veículos e máquinas pesadas sob a faixa dos dutos”, completa a nota.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO