Tricolor vacilão empata, mas consegue deixar zona de rebaixamento

Bahia sai na frente, não segura vantagem e acaba cedendo empate pro Atlético-GO; resultado de 1 a 1 deixa time de Caio Júnior na 16ª posição com 17 pontos, torcida protesta contra equipe

Tricolor vacilão empata, mas consegue deixar zona de rebaixamento
Tricolor vacilão empata, mas consegue deixar zona de rebaixamento (Foto: Erick Salles / Futura Press)

Bahia 247 com Ibahia

Fica mais difícil a cada rodada. Depois de sair na frente no início do primeiro tempo e dar a impressão de que, finalmente, poderia vencer outra partida em Pituaçu, o Bahia não conseguiu se impor diante do Atlético-GO. Com mais iniciativa, o time goiano conseguiu o empate aos 37 do segundo tempo e decretou o 1 a 1, neste domingo (26), em jogo válido pela 19ª rodada do Brasileirão. Decepcionada, a torcida tricolor vaiou o time mais uma vez.

Apesar do resultado, o Bahia deixa a zona de rebaixamento e empurra o Palmeiras para baixo. O Tricolor agora ocupa a 16ª colocação, com 17 pontos, contra 16 do Palmeiras, agora 17º colocado. O Atlético-GO chega ao quinto jogo sem perder e é o 18º, também com 16 pontos. Na próxima quarta-feira, o Bahia pega o Santos na Vila Belmiro, enquanto o Atlético-GO recebe o Cruzeiro.

Precisando vencer a todo custo, o Bahia começou o jogo em cima do Atlético-GO. Apesar da pressão e do entusiasmo da torcida, o Tricolor era pouco eficiente. Aos quatro, Fabinho acertou um chute de fora da área, mas para fora. Se não vai com toque de bola, vai com cobrança de falta. E foi assim que o Bahia abriu o placar em Pituaçu, para a festa da torcida na arquibancada. Aos oito minutos, Caio cobrou falta da direita, Fabinho veio por trás e tocou de cabeça, sem chances para Márcio.

O gol deu ainda mais moral ao Bahia. Aos 14, Souza obrigou a primeira boa defesa de Márcio em chute da entrada da área. Só que o Atlético-GO também queria o resultado. Com espaços no meio, o Dragão chegou principalmente com chutes de longa distância, mas sem muito perigo para Lomba. Aos 20, Reniê pegou sobra dentra da grande área, mas mandou para fora. No contragolpe, Fahel quase fez o segundo de cabeça, mas Marinho tirou quase em cima da linha. Antes do final do primeiro tempo, Joilson ainda acertou uma bola no travessão e quase empatou.

O Atlético-GO voltou para o segundo tempo com duas mudanças. E, de fato, o time goiano pressionou o Bahia. Porém, a primeira chance foi tricolor. Aos cinco, Caio César sobrou falta e Márcio fez boa defesa. A partir daí, o Bahia passou a jogar no contragolpe e assustou. Aos 18, o estreante Claudio Pitbull acertou cabeçada de longe e assustou o goleiro goiano. Com mais posse de bola, o Atlético-GO chegou bem perto do empate aos 24, quando Patric acertou a trave. Na sobra, Ricardo Bueno também desperdiçou.

Depois de muito resistir à pressão atleticana,a defesa do Bahia acabou cedendo. Aos 37 minutos, Eron levantou bola na área, ninguém apareceu para cortar e Diogo Campos, que havia acabado de entrar no jogo, meteu a cabeça: 1 a 1 em Pituaçu. Abalado, por pouco o Bahia não tomou a virada aos 39, em cobrança de falta de Gustavo. Lomba segurou firme. No último lance do jogo, Fabinho ainda apareceu no ataque para tentar o gol da vitória, mas Márcio defendeu bem a cabeçada do volante.

Bahia 1 x 1 Atlético-GO - 19ª rodada da Série A
Data: 26/08/2012 (domingo), às 18h30
Local: estádio de Pituaçu, em Salvador
Arbitragem: Marcelo Aparecido (SP), auxiliado por Thiago Brigido (CE) e Lúcio Mattos (PA)

Bahia: Marcelo Lomba; Neto, Danny Morais, Titi e Jussandro (Victor Lemos); Fabinho, Fahel, Caio César (Cláudio Pitbull) e Zé Roberto (Jéferson); Gabriel e Souza. Técnico - Caio Júnior

Atlético-GO: Márcio; Marcos, Gustavo, Reniê e Eron; Marinho, Dodô (Pituca), Joilson (Ricardo Bueno) e Ernandes; Wesley (Diogo Campos) e Patric. Técnico - Jairo Araújo

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247