CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Trunfo de Paulo, presença de Iris não altera números

Estagnação do candidato da coligação Goiânia Cidade Sustentável na pesquisa Serpes é sintoma de que entrada do peemedebista na campanha não surtiu o efeito desejado; consolo do petista é que no levantamento nenhum adversário cresceu o suficiente para ameaçar sua liderança

Trunfo de Paulo, presença de Iris não altera números (Foto: Thiago Dahás/Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Goiás247_ Ao contrário do que os analistas políticos, peemdebistas e petistas apostavam, a overdose de Iris Rezende na propaganda eleitoral de Paulo Garcia no rádio e na televisão não inflou os índices de intenção de voto do atual prefeito na corrida pela reeleição. A pesquisa Serpes divulgada pelo jornal "O Popular" na segunda-feira demonstra que a inserção do ex-prefeito de 78 anos na campanha pela reeleição do afilhado não surtiu efeitos práticos entre o eleitorado. No mês anterior, dia 13, em levantamento que não conta com a presença de Iris, que estava com problemas de saúde, o prefeitável apresentava 33,6%. É o mesmo patamar apresentado na pesquisa de segunda-feira (33,1%), entretanto, com tendência de queda.

É um efeito semelhante ao que ocorreu com o petista Fernando Haddad, em São Paulo. Logo após o pepista Paulo Maluf apresentar apoio ao candidato apresentado por Lula ocorreu diminuição das intensões de voto para o PT.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Em uma das cenas mais repetidas pelo programa eleitoral dos petistas goianos, Iris pega na mão de Paulo Garcia, dando voto de confiança ao candidato à reeleição. Paulo foi vice de Iris em seu segundo mandato.

No primeiro, o peemedebista teve o hoje tucano Valdivino de Oliveira apresentado como vice-prefeito. Garcia assumiu a posição de Iris após o peemedebista disputar o Governo de Goiás, em 2010, ocasião em que obteve sua segunda derrota para Marconi Perillo (PSDB).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Nas últimas semanas, Iris foi envolvido em uma decisão da Justiça goiana referente a prática de improbidade administrativa. Ele teve seus bens indisponibilizados e chegou a questionar a decisão na imprensa , apesar de não obter reversão do conteúdo da sentença. A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) também teve protocolados requerimentos para que Iris Rezende fosse ouvido por conta de supostas relações com o grupo de Carlos Cachoeira e Delta Construções.

A avaliação de "O Popular", após a leitura mais aprofundada da pesquisa, é que os programas eleitorais não mudaram a tendência de voto na Capital. Os candidatos de oposição ao atual prefeito também apresentaram estabilidade nas intenções de voto.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO