Uruguai venderá maconha em pacotes de 10 gramas

Secretário-geral da Junta Nacional de Drogas do Uruguai, Milton Romani, disse nesta segunda-feira, 4, que a maconha legalizada no País será vendida em pacotes de 10 gramas, sem publicidade e com uma série de indicações nas quais constarão informações sobre a composição e os efeitos; pacotes de cannabis não estarão à vista do público nas farmácias, devem custar cerca de US$ 12 e só poderão comprar pessoas que previamente tenham se registrado no sistema  

Uruguai venderá maconha em pacotes de 10 gramas
Uruguai venderá maconha em pacotes de 10 gramas

247 - O secretário-geral da Junta Nacional de Drogas do Uruguai, Milton Romani, disse nesta segunda-feira, 4, que a maconha legalizada no País será vendida em pacotes de 10 gramas, sem publicidade e com uma série de indicações nas quais constarão informações sobre a composição e os efeitos.

Os pacotes de cannabis recreativa não estarão à vista do público nas farmácias, que terão estoque semanalmente estipulado. Apesar de ainda não ter sido fixado o preço, está previsto que a grama seja comercializada a US$ 1,2 (cerca de R$ 3,90) e que os estabelecimentos a adquiram por US$ 0,9 (cerca de R$ 2,90).

Só poderão comprar maconha recreativa de forma legal no Uruguai pessoas que previamente tenham se registrado no sistema. As farmácias terão um dispositivo que reconhecerá as impressões digitais dos cidadãos inscritos e indicará a quantidade de maconha que podem adquirir.

A compra e venda legal de maconha no Uruguai começará sua implementação através de um plano piloto no qual se inscreveram ao redor de 50 das quase 1,2 mil farmácias que há no país sul-americano.

Em 2013, sob a presidência de José Mujica (2010-2015), o Uruguai se transformou no primeiro país do mundo a regular a produção e compra e venda de maconha com uma lei que prevê seu uso recreativo, medicinal e científico.

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247