Valente sobre reforma trabalhista: a maldade já está feita

O deputado federal Ivan Valente (Psol-SP) criticou a reforma trabalhista, aprovada pelo governo Michel Temer; "O governo defendeu, em 2017, que a reforma trabalhista permitiria a abertura de 2 milhões de empregos, mas diante dos dados alarmantes de desemprego e queda de renda registrados agora o Ministério do Trabalho deixou de divulgar a expectativa para 2018. A maldade já está feita!", disse

O deputado federal Ivan Valente (Psol-SP) criticou a reforma trabalhista, aprovada pelo governo Michel Temer; "O governo defendeu, em 2017, que a reforma trabalhista permitiria a abertura de 2 milhões de empregos, mas diante dos dados alarmantes de desemprego e queda de renda registrados agora o Ministério do Trabalho deixou de divulgar a expectativa para 2018. A maldade já está feita!", disse
O deputado federal Ivan Valente (Psol-SP) criticou a reforma trabalhista, aprovada pelo governo Michel Temer; "O governo defendeu, em 2017, que a reforma trabalhista permitiria a abertura de 2 milhões de empregos, mas diante dos dados alarmantes de desemprego e queda de renda registrados agora o Ministério do Trabalho deixou de divulgar a expectativa para 2018. A maldade já está feita!", disse (Foto: Leonardo Lucena)

SP 247 - O deputado federal Ivan Valente (Psol-SP) criticou a reforma trabalhista, aprovada no ano passado pelo governo Michel Temer. 

"O governo defendeu, em 2017, que a reforma trabalhista permitiria a abertura de 2 milhões de empregos, mas diante dos dados alarmantes de desemprego e queda de renda registrados agora o Ministério do Trabalho deixou de divulgar a expectativa para 2018. A maldade já está feita!", escreveu o parlamentar em sua conta no Twitter.

A taxa de desemprego no Brasil subiu para 13,1% no primeiro trimestre do ano. No último trimestre de 2017, atingiu 11,8%, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em março de 2017, o desemprego alcançado 13,7%. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247