CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Venâncio e Zeca viajam. Pró-Redes não tramita

Os deputados não analisaram, nas comissões, nesta quinta (10), o Pró-Redes, pedido de empréstimo de R$ 240 milhões para investimento exclusivo em saúde; o motivo: o relator da proposta, deputado estadual Zeca da Silva (PSC), viajou a Minas Gerais, para participar do casamento do filho do líder da oposição na própria Assembleia, Venâncio Fonseca (PP); se já havia um conhecimento prévio desta viagem, porque então Venâncio nomeou Zeca para relatar projeto?

Imagem Thumbnail
Os deputados não analisaram, nas comissões, nesta quinta (10), o Pró-Redes, pedido de empréstimo de R$ 240 milhões para investimento exclusivo em saúde; o motivo: o relator da proposta, deputado estadual Zeca da Silva (PSC), viajou a Minas Gerais, para participar do casamento do filho do líder da oposição na própria Assembleia, Venâncio Fonseca (PP); se já havia um conhecimento prévio desta viagem, porque então Venâncio nomeou Zeca para relatar projeto? (Foto: Valter Lima)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Sergipe 247 - Não adiantou o governo afirmar que o prazo de apresentação do projeto se encerra amanhã, nem a Justiça determinar celeridade na tramitação da proposta, dada sua importância para o Estado. Os deputados não analisaram, nas comissões, nesta quinta-feira (10), o Pró-Redes, pedido de empréstimo de R$ 240 milhões para investimento exclusivo em saúde. O motivo: o relator da proposta, deputado estadual Zeca da Silva (PSC), viajou a Minas Gerais, para participar do casamento do filho do líder da oposição na própria Assembleia, Venâncio Fonseca (PP).

Mesmo com a ausência de Venâncio, que é presidente da Comissão de Constituição e Justiça, o Pró-Redes poderia ter sido colocado na pauta de votação nas Comissões Temáticas, pois o vice-presidente, deputado Augusto Bezerra (DEM), assumiu a presidência. Só que, sem o relatório, os parlamentares não puderam votar. O líder do Governo na Assembleia, Francisco Gualberto (PT), que teve seu pedido de urgência na tramitação do projeto aprovado ontem em plenário, informou que já sabia da viagem de Zeca e Venâncio.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ao ser indagado sobre o prazo junto ao BID [até esta sexta-feira, 11] para que o Governo do Estado apresente o projeto, Gualberto respondeu: “o prazo é até amanhã e com isso, o Governo corre o risco de não conseguir o empréstimo".

O que mais chama atenção neste fato é que Venâncio sabia, obviamente, com antecedência da viagem que ele e Zeca realizariam. Então, porque ele optou por dar a Zeca a relatoria do projeto? Ato só comprova a má vontade da oposição em votar o projeto. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO