CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Vendas na RMR crescem 17% com o Dia dos Pais

Estimativa é da Fecomercio-PE, que ainda projeta um aumento de 41% no valor do gasto médio nas compras, em relação ao ano passado, na Região Metropolitana do Recife

Vendas na RMR crescem 17% com o Dia dos Pais (Foto: Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Leonardo Lucena_PE247 – O Dia dos Pais deve gerar acréscimo de 17% na movimentação econômica por toda a Região Metropolitana do Recife (RMR) ante 2011 e um aumento de 41% no valor do gasto médio nas compras, passando de R$ 117,92 para R$166,88. Os dados são da pesquisa realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Pernambuco (Fecomercio-PE). O levantamento também aponta que o varejo deve ser o setor de maior contribuição neste cenário.

“No varejo o percentual estimado é 18,3%, sendo 20% no comércio tradicional e 14,6% nos shoppings centers. Nos serviços a expectativa é de um crescimento de 13,5%”, explica o consultor da Fecomércio, Luiz Kehrle.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Os consumidores também estão dispostos a contrair novas dívidas. O levantamento mostra que cerca 60% das despesas deverão ser pagas via cartão de crédito e os outros 40% em dinheiro.

Nas classes A e B, os cartões de crédito deverão ser utilizados em cerca de três em cada quatro transações, além de seu uso em mais de metade das compras da camada C e cerca de 40% das classes D-E, as únicas nas quais os pagamentos em dinheiro superam àqueles com cartão.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“Registra-se que em todas as três faixas de renda pesquisadas há expectativa de aumento substantivo dos gastos, especialmente nas classes A-B, a de maior renda”, acrescenta Kehrle.

Por sua vez, José Fernandes de Menezes, também consultor da Fecomércio, destaca quatro ramos nos quais o consumo deverá se concentrar: “As compras de presentes para os pais deverão estar concentradas nos ramos de vestuário, eletroeletrônicos, calçados/acessórios e perfumes/cosméticos”, afirma.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

De fato, chama a atenção o aumento na aquisição de eletroeletrônicos, por conta do melhor poder aquisitivo dos pernambucanos. “Artigos do vestuário, apesar da permanência como principal item de presente, caíram muito na preferência, abrindo espaço para uma forte ascensão dos eletroeletrônicos, que ficaram na segunda posição, um lugar ocupado pelos calçados/acessórios em 2011”, disse Menezes.

A pesquisa também revela que 4% dos 456 consumidores entrevistados deverão comemorar com viagens e visita a bares/lanchonetes e 10% provavelmente comparecerão a restaurantes/pizzarias.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

CARUARU - Principal polo econômico do Agreste pernambucano, o município de Caruaru deve ter um incremento de 10% no faturamento comparado ao ano de 2011, com aumento no gasto médio de R$ 103, 60 para R$ 120, 88, um acréscimo de 16%. Mas, diferentemente da RMR, na Capital do Forró o consumo deve se dirigir às classes Cm D e E.

Outro diferencial em relação à RMR é quanto ao pagamento, porque, segundo os dados, 53% dos 454 ouvidos pela Fecomércio pretendem fazer compras à vista, enquanto que as aquisições com cartão de crédito correspondem a 37% dos entrevistados. Além disso, constatou-se que em todas as camadas os pagamentos em dinheiro suplantam àquelas com cartão.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Os produtos mais adquiridos, pela ordem, estão nos ramos de vestuário, calçados/acessórios, eletroeletrônicos e perfumes/cosméticos. “Os artigos de vestuário apesar de ainda figurarem como principal opção de presentes caíram na preferência dos consumidores, abrindo espaço para a ascensão de calçados/acessórios”, avalia Menezes.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO