Vereadora repudia racismo contra torcedoras baianas

Vice-presidente da Comissão de Reparação da Câmara Municipal de Salvador, a vereadora Ireuda Silva (PRB) repudiou uma postagem racista que tem circulado nas redes sociais, composta por uma montagem com duas fotos: o autor montou uma foto de duas torcedoras brancas do Grêmio e duas negras do Esporte Clube Bahia, e disse que as brancas são "as únicas bonitas"; "Fazer juízo de valor com base em elementos estéticos ligados à cor da pele ou à textura do cabelo é uma das mais antigas e cruéis formas de racismo. É um tiro na autoestima das mulheres negras e uma violação moral que não pode ser aceita. Além disso, é crime", diz Ireuda; ela cobra apuração do Ministério Público

Ireuda
Ireuda (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Vice-presidente da Comissão de Reparação da Câmara Municipal de Salvador, a vereadora Ireuda Silva (PRB) repudiou uma postagem de teor racista que tem circulado nas redes sociais, composta por uma montagem com duas fotos: a primeira traz Edna Matos, diretora do Instituto Federal da Bahia (IFBA), em Santo Antônio de Jesus, torcedora do Esporte Clube Bahia; e sua filha, Dandara Zunduri Matos, mulheres negras e nordestinas; a segunda, algumas mulheres brancas, torcedoras do Grêmio e classificadas pelo autor da publicação, como "as únicas bonitas".

"Fazer juízo de valor com base em elementos estéticos ligados à cor da pele ou à textura do cabelo é uma das mais antigas e cruéis formas de racismo. É um tiro na autoestima das mulheres negras e uma violação moral que não pode ser aceita. Além disso, é crime", diz a vereadora. Ela cobra apuração do caso ao Ministério Público.

"Também é imperioso que o Esporte Clube Bahia e o Grêmio se manifestem e repudiem esse fato que nos causa tanta tristeza e revolta. A omissão induz que situações similares voltem a acontecer. Afinal, como diz o ditado popular, quem cala consente", argumenta Ireuda.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247